sábado, 6 de fevereiro de 2016

Para os próximos quatro dias…



PéssimoRuimMédioBomExcelente (4 votos, média: 5,00 de 5)

Bom_Carnaval



   quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Indo ao “shopping center” – 12



PéssimoRuimMédioBomExcelente (4 votos, média: 5,00 de 5)

Mais visitas esparsas aos “shopping centers” 8-)  Dessa vez já separei só o que interessa pra fotografar e olha que saiu bastante coisa interessantes. Vamos lá?

No sucateiro achei várias coisas. Uma delas foi uma caixa metálica que parecia ser um carregador de baterias de iluminação de emergência. Algo com uma cara do tipo, foi feito a mão, mas muito bem feito. No desmanche dele saiu uma bela quantidade de porcas e parafusos de 1/8″ novos:

porcas_parafusos

Porcas e parafusos é algo que não anda custando muito barato por aqui. E como 1/8″ é uma medida que uso muito em montagens eletrônicas, resolvi guardar tudo.

Desse mesmo carregador, saiu: Barra sinal de baquelite, um belo radiador de calor, chave H-H, porta fusível e um SCR BT151.

sindal_radiador_chave_porta-fusivel

No “biohazzard” achei esses dois plug padrão antigo (I hate padrão jabuticaba) e esse pino MIC 4.

pinos

Continuando no “biohzzard” tinha um monte de telefones velhos desmontados, catei esse punhadinho de microfones de eletreto. De um fragmento de uma sucata de vídeo-cassete, tirei esse supercap de 0.047F.

eletretos

Outro dia, andando a pé na rua, curiosamente achei essas duas molas, que são de cerca elétrica. Molas pequenas é algo interessante ter guardado.

molas

Numa outra visita ao sucateiro, tinha uma pilha de placas eletrônicas, placas de PC, etc. Garimpando as placas retirei essas memórias flash DIP, UVProm e veio também esse timer programável e essa flash SPI.

eprom_flash

Ainda dessa pilha de placas, haviam várias placas de PC, que retirei essas flash PLCC:

flash_plcc

E por fim, esse é sucata gerada em casa mesmo… reatores de lâmpadas fluorescente compactas. Deles eu retiro (quando não estão estufados) os eletrolíticos, os transistores, os toróides de ferrite e o diac. Esses ai já estavam rolando por cima da bancada pra desmontar faz um tempinho… vou desmontar e tirar o que aproveita e mandar o resto pra reciclagem.

reatores_pl_sucata

 

 



   quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O portão provisório



PéssimoRuimMédioBomExcelente (5 votos, média: 4,80 de 5)

Então… no post anterior eu falei do portão feito de madeira de reciclagem de pallets. Quem for observador, vai notar que ficou faltando um pequeno detalhe… o puxador!

Numa visita ao sucateiro, achei isso aqui:

puxador_portao1

É um tipo de esfregão de limpeza, que estava quebrado. Comprei por 3 reais o cabo de alumínio dele. Juntei com dois parafusos franceses de 1/4″ x 4″,  dois pedaços de cano de alumínio de 3/8″ que eu já tinha aqui e dois tampões plásticos.

puxador_portao2

Deu nisso aqui:

puxador_portao3

Quebra bem o galho né? :-o*



   sábado, 16 de janeiro de 2016

Fazendo um portão provisório.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (5 votos, média: 5,00 de 5)

Mas… não definitivo, pois meus planos são outros, mas bem parecido com este resultado. }:D

Bom, o portão que estava em uso foi de quando o pedreiro me entregou a obra, foi feito com restos de tábua e na verdade nem era portão e sim um tapume, eu que converti em portão, com duas dobradiças improvisadas com lonas de pneu. Funcionou bem para o propósito. :-))

O problema é que o tempo foi se incumbindo de liqüidar com ele. No final eu praticamente estava com um portão feito de cacarecos de madeira e arame, mas até que durou mais do que eu esperava. Essa foto é de alguns meses atrás. Note que a muda de acerola ainda nem saia do protetor. :-o*

portao_1

Mas eu já tinha começado a matutar como fazer um portão novo a uns meses atrás. Pra isso passei a sistematicamente procurar que material usar, de preferência reciclado. Passando ao lado de uma grande empresa aqui na cidade, vi alguns pallets de madeira descartados. Dai pensei… porque não usar madeira de pallets pra fazer o portão? :!:

Nisso passei alguns dias procurando pallets que pudessem servir. Consegui 3 pallets que foram desmontados, separei os pregos e a madeira que podia ser aproveitada. E… vamos começar a fazer.

portao_2

De inicio comecei cortando as tábuas com 1,05m já que portão precisava ter 2,10m. Pra fazer o cruzamento, algumas precisaram ainda ser cortadas com a metade deste tamanho, 52,5cm. Dai foi começar a pregar nas travessas grossas que darão suporte e sustentação ao portão. A maior parte dos pregos foi reaproveitada dos próprios pallets. Só precisei comprar um pouquinho pra terminar, porque acabei usando  4 pregos em cada tábua nas travessas. :tooth:

portao_3

Também precisei colocar mais 3 travessas extras (mais finas) pra prender as junções das tábuas que caem fora das travessas maiores. Cabe uma nota aqui… se eu tivesse uma travessa a mais, dessas grossas que usei, poderia ter colocado 5 travessas, coincidindo 3 delas nos cruzamentos e não precisaria das 3 extras mais finas. :aiaiai:

Dos 3 paletes que desmontei, sobrou só um monte de toquinhos, quase tudo foi aproveitado.

Tudo pronto, foi preciso dar uma boa lixada nele pra tirar essas marcas de sujeira e tinta. Pra lixar apelei pra esmerilhadeira e discos de lixa grossa. Fez um poeirão dos diabos. Mas… ficou limpinho!

portao_4

Fiquei pensando em que usar de dobradiça. Optei por usar 3 pinos gonzo, soldados em chapas de ferro de 3/16″. Tudo será preso com parafusos passante na madeira (parafuso cabeça francesa) e na coluna de concreto com chumbadores parabolt.

portao_5

E pra proteger a madeira? Nisso meu amigo Mateus me deu uma sugestão, usar um stain (osmocolor) que protege e impermeabiliza a madeira. :good: Ele me deu uma lata que tinha sobrado de uma obra dele.

portao_6

Apliquei duas demãos e ficou muito, mas muito bom! A cor deste stain é imbuia, e escureceu bem a madeira, inclusive disfarçou a diferença de tonalidade das madeiras que eram diferentes como pode-se notar nas fotos anteriores.

portao_7

E a fechadura? Andei olhando as opções. Haviam alguns requisitos para a escolha. A escolha mais óbvia seria uma HDL. Mas o preço não estava me agradando.

Pesquisando encontrei esta outra marca mais em conta, AGL. A modelo tetra (AGL-100) a primeira vista pelas fotos, em pareceu muito boa. Quando vi, ela custava cerca de R$73,99 no mercado livre (em outubro). Porém como deixei pra comprar depois, em dezembro o preço já era de R$99,98. Isso sem o frete!

Deu um pouco de trabalho mas achei um revendedor que ainda tinha por um preço similar ao antigo. paguei R$80,00 na fechadura neste distribuidor. Como fui muito bem atendido, fica a dica: http://www.cftvshop.com

Porque optei pela AGL-100 Tetra? Pelo fato de ter furação compatível com a HDL. Se por acaso essa fechadura não agüentar, no futuro posso comprar uma HDL e colocar no lugar, sem ter que me preocupar com a furação. :-))

O portão instalado e visto por dentro.

portao_8

Só que para instala-lo precisei tirar cerca de 4cm na largura total. Ele havia sido feito para ser instalado com uma cantoneira de 25mm como batente. Porem a testada da fechadura é grande e precisa de um espaço de 30mm entre o batente e a coluna, para ser fixada. Como não queria cortar/rebaixar a coluna para a testada entrar, nisso tive que improvisar um batente. Inseri como espaçador, um metalon de 30 x 25mm. Prendi isso tudo na coluna com 5 buchas plásticas 8.

E o portão pelo lado da rua:

portao_9

Pra mim ficou até melhor do que eu imaginava. E deve durar até mais do que eu preciso, até sobrar uma grana pra comprar a ferragem pra fazer o definitivo, do jeito que eu quero. Dai esse pranchão pode até virar uma mesa depois. :sarcastic:

Próximo passo é dar um jeito nessa calçada. Fazer pelo menos o contra-piso. Já que eu quero fazer a calçada com pedra miracema. :-P



   quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Indo ao “shopping center” – 11



PéssimoRuimMédioBomExcelente (6 votos, média: 4,83 de 5)

Faz um tempo que eu não falo das idas ao “shopping center” né? Vamos falar um pouquinho. O fato é que não tenho achado nada assim de muuuuito interessante, mas as vezes pintam algumas coisas.

Numa visita que fiz no final de outubro no sucateiro sem querer deparei com algo que eu não via a muito tempo… uma pequena TV de 12″ P&B da telefunken (modelo 12B5100, Chassi CH-806) com seletor de canais a tambor. Claro… os olhos brilharam e comprei. Dei uma olhada nela e tem um defeito na fonte. A TV em si funciona, pois ela também pode ser ligada a bateria, e ligando ela em 12V, funciona. O problema mesmo é na fonte que pega os 127V e rebaixa pra 12V.

telefunken_12B5100_1

telefunken_12B5100_2

Tudo poderia ser mais simples se fosse uma fonte com transformador, mas… complicaram e fizeram uma fonte pra lá de esquisita do tipo rabo quente. O duro que não achei o esquema dela na internet… Preciso dar uma olhada nos meus velhos esquemários da Eltec e ver se por acaso não tem, mas… duvido muito. Mas fica o pedido, se por acaso alguém tiver o esquema dessa TV e poder me fornecer, eu agradeceria. :tooth:

Mas qual é a idéia dessa pequena TV? Bem… usar com um telejogo Philco }:D  que eu ganhei de um cliente a muito tempo atrás. Alias a história dele é bem interessante… qualquer hora eu conto.

Em outras visitas, andei trazendo algumas placas de circuito impresso com componentes interessantes, as abaixo. Ai tem: Uma placa de telefone sem fio intelbras, placa de um aparelho de som philips e duas placas de CATV.

sucatas

Do telefone sem fio de interessante imediato sai 3 diodos varicap, cristal de 10.240MHz e o filtro cerâmico de 455kHz. Aproveita-se também o trimmer, bobinas de FI, relé, chaves, regulador de tensão, etc. Da placa do philips 2 diodos varicap BB112 (que custa caro por sinal), trimers de 3pF, bobinas, filtros ceramicos e o cristal de 7.200MHz que por sinal eu estava quase arrancando os cabelos pra conseguir um pra montar um projeto aqui.

Já das placas de CATV, saem algumas coisas bem interessantes de RF… MMIC, diodos PIN, varicaps, núcleos de ferrite binocular minusculos e aquele módulo amplificador de RF azul da ultima placa.

Sucata é uma coisa bem rica, basta saber o que aproveita-se. 8-)



   segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Um dia apos o outro…



PéssimoRuimMédioBomExcelente (2 votos, média: 5,00 de 5)

Bem… viramos mais um mês no calendário. Pelo menos eu penso assim… um mês após o outro… não tem nada demais na virada de dezembro pra janeiro, de 2015 pra 2016, pra mim é a mesma coisa que virar de junho pra julho, de 30 de abril pra 1 de maio… tudo a mesma coisa, um dia após o outro.

Mas não pude deixar de notar que… tudo foi mais magrinho, mais ralinho. Isso serve de termômetro pra quem acha que o país está as mil maravilhas (sim, tem quem pensa assim).

E pelo menos esse ano, independente do tamanho do buraco que nos espera (ou tamanho da ladeira…) pelo menos a porcaria do bundalêlê nacional vai ser no comecinho de fevereiro. Então o país pode começar a “funcionar” mais rápido. Isso é… se funcionar, porque as expectativas pra 2016 que se ouve por ai nas ruas (nem to falando de site de noticias, jornais, etc) não tá nada boa. Apertem os cintos e… que 2016 passe rápido.

E pra não perder o costume:

feliz_tudo



   quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

E… o sangue ferveu!



PéssimoRuimMédioBomExcelente (3 votos, média: 5,00 de 5)

E… aconteceu de novo, melhor… aconteceu PIOR! Lembram disso aqui? Pois então… olha só:

vizinho_corno2

Estão vendo esse monte de lixo verde e ensacado? Pois é… um FILHO DA PUTA de algum vizinho, fez o favor de tacar isso POR CIMA do meu  muro, dentro do meu terreno!

Claro… o sangue ferveu.  :hot: Peguei a merda toda e joguei de volta na rua, para que o CORNO veja que o lixo que ele achou conveniente jogar dentro do que é meu, só porque ninguém mora lá ainda, e o mato estava um pouco alto por causa das chuvas, não está abandonado e não é lixão.

A antiga placa do post que botei o link ali no começo, já não existia mais, por ser feita de aglomerado, desmanchou.

Então… tive que fazer uma nova.

vizinho_corno1

A foto está um pouco escura, porque fiz a noite, logo que preguei o novo lembrete para os filhos da puta de plantão.

Sorte, muita sorte do CORNO, que eu não tinha ligado a câmera que fica no poste do medidor de energia ainda… pois se eu descubro qual o filho da puta do vizinho que fez isso, ira dar cagada, ah se ia… :censored:

E como eu sei que é vizinho? Porque ninguém iria vir de longe, de carro só pra jogar lixo aqui. Isso é coisa de gente que mora ali perto mesmo.

Porém a câmera agora está ligada e gravando, só esperando o próximo ataque, se houver.  :X:



   sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Fazendo uma lixeira, e de… sucata.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (7 votos, média: 5,00 de 5)

Já tem um tempo que eu estava querendo fazer uma lixeira pra colocar no cafofo. Só que eu queria fazer na base da reciclagem. Só que eu não estava procurando o material, estava esperando “tropeçar” nele. :D

Ah… tá achando estranho o papo de “serralheiro”? Pois bem… fique sabendo que dou minhas cacetadas no assunto, e até que sai coisa boa e bem feita. :sarcastic:

A mais ou menos um mês e meio atras, passeando no sucateiro, tropeço em duas coisas que acenderam a idéia.

Achei uma grade de ferro que não sei do que era, mas suspeito ser suporte de formulário contínuo de alguma mesa para impressora, e… um “postinho” de ferro fundido bem antigo. Quanto custou isso no sucateiro? R$16,00 tudo, o preço um pouco “alto” foi mais por causa do peso desse postinho de ferro fundido, o bicho pesou 11Kg na balança lá do ferro-velho (foi pesado de qualquer jeito), mas eu acho que pesa mais… :-o*

lixeira_1 lixeira_2

A grade, como tinha umas pontas que serviam pra apoiar/prender em algum lugar, cortei fora. A barra de ferro que aparece na primeira foto são umas sobras que eu tenho aqui já de muito tempo, quando reformei uma torre auto-portavel.

Bom… Cortei a pontas, desfiz a dobra que ela tinha e soldei mais duas barrinhas pra reforçar a grade. E como fechar a volta do cesto? Pensei em um sistema de pétalas que já vi em outras lixeiras por aqui e gostei do resultado.

Então, vamos cortar um  monte de pedaços da barra de ferro com 33cm e curvar… no braço, usando apenas um pedaço de tubo como gabarito, preso na morsa.

lixeira_3 lixeira_4

Testando como fica, e bora soldar! Resolvi soldar cruzando a pétalas, achei que fica mais bonitinho e firme. E olha só o diâmetro do pé do postinho de ferro fundido! Vai ficar a prova de bomba nuclear! }:D

lixeira_5 lixeira_7

O cestinho completo, foi preciso 20 barrinhas de ferro dobrado pra fazer a volta toda, e tome solda! Acho que gastei uns 8 ou 10 eletrodos pra soldar tudo. E… como deve ficar depois de montada.  Ai ainda faltava soldar  a chapinha que fica no fundo do cestinho e prende no postinho.

lixeira_6 lixeira_8

Soldei um pedaço de chapa de ferro bem no meio do cestinho, para poder prende-lo no postinho de ferro. O cesto foi preso ao poste usando dois parafusos de aço inox de 1/4″, em roscas que foram abertas no topo do postinho.

E achei bom colocar também 4 braços para segurar as pontas do cesto, embora ele tenha ficado muito firme. Pra enrolar as pontas dos braços usei uma gambiarra feita com um pedaço de cano galvanizado de 1/2″.

lixeira_9 lixeira_9

E os braços foram presos por uma abraçadeira feita com uma chapinha de ferro e fechada com parafuso de aço inox também.

No pé do postinho precisei fazer um complemento para que possa ser chumbado na calçada sem maiores problemas e ficar firme. As pontas que cortei da grade, viraram as grapas para ancoragem no concreto. :-P Ou seja, desperdício zero de material.

lixeira_12 lixeira_13

Enfim, depois disso tudo, pintada e pronta pra instalação, que deve ocorrer em breve, pois antes preciso acertar a calçada, que ainda está em terra e fazer o contra-piso, pois quero assentar pedra miracema na calçada.

A remoção de toda tinta velha, que no postinho por sinal tinham umas 3 camadas de cores diferentes, foi feita com removedor pastoso. Basta aplicar e esperar uns 20 minutos, solta-se toda a camada de tinta.

Para pintura, usei um resto de tinta que sobrou da pintura da porta e janelas do cafofo. 8-)

lixeira_10

E ai… ficou boa ou não? Lixeira estilo colonial feita com material que era sucata. :good:

Eu acho que ficou melhor que muuuuuita lixeira que já vi por aqui na cidade, e feita por serralheiro “macaco velho”. o:-)



   quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Fluorescente chinesa



PéssimoRuimMédioBomExcelente (6 votos, média: 4,83 de 5)

Mas nem lâmpada fluorescente tá escapando de vir lixo chinês… olha só o que aconteceu aqui hoje. Uma lâmpada da oficina deu problema, começou a ficar com as pontas pretas e… já era, começa a cintilar rápido e vai até que o starter começa a ficar batendo feito louco e a lâmpada piscando.

Pego a escada e retiro a lâmpada e vejo a data de instalação:

fluorescente_chinesa

A prova que é chinesa:

fluorescente_chinesa1

Já sei que pilha fabricada na China é lixo, e agora… lâmpadas. Assim fica difícil né? :furious:

Eu tenho algumas lâmpadas já instaladas que consegui comprar Philips fabricada nos EUA, são excelentes, já tem lâmpadas dessas com 2 anos e nem sinal de dar problema.

Vale lembrar que… eu só uso reator de partida convencional (a starter). :good:

E enquanto isso a velha Osram continua firme e forte ali em cima da bancada.  :D



   quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Indo pra Marte?



PéssimoRuimMédioBomExcelente (3 votos, média: 5,00 de 5)

É… estava revirando uns arquivos aqui que estavam atulhando a área de trabalho do PC, achei duas passagens pra Marte aqui ehehe.

Pois é… já mandei meu nome pro espaço duas vezes, literalmente. A primeira foi em Dezembro de  2014:

Boarding-Pass

E agora o embarque esta marcado pra Março de 2016. :-P

boarding-pass-with-miles-km

Já estou juntando milhagens pra Marte eheheh. :tooth:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.