Postagens para o marcador ‘Cafofo’

   terça-feira, 8 de agosto de 2017

Eu simplesmente ODEIO a vivo.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (11 votos, média: 5,00 de 5)

Se existe uma empresa pra ser chama de filho da puta, é a merda da vivo.

Como estou finalizando a mudança da oficina, preciso levar o telefone pro novo endereço. Mas tive um problema que podemos chamar de acidente de percurso.

Só pra deixar uma seqüencia lógica, desde o dia 04/07 estou brigando com essa empresa, segue o cronograma:

04/07: Tenho minha linha fixa cancelada por parte da empresa, por causa de uma conta que ficou aberta a mais de 120 dias. Justamente uma conta que o correio não entregou e acabei esquecendo de pagar. A empresinha safada não ligou avisando do cancelamento, deveriam ter ligado.

Nisso vou procurar saber o que aconteceu e como resolver. Logo no primeiro contato já vem a velha história de tem que “verificar disponibilidade dos serviços”. Como assim? Até 3 horas atrás estava disponível, pois estava tudo funcionando… Resolvo realizar a consulta pela internet, e tem disponível. Consulto pelo canal de atendimento telefônico e também tem disponível.  Por precaução já começo a gravar todas as ligações. Também salvo as telas. Fiz a consulta para os dois endereços por via das dúvidas.

No atendimento presencial no represente, fui orientado a pedir a instalação no endereço antigo, por já ter o par instalado e já conectado a central, então não haveria como eles negarem a instalação. Isso era provado pelo fato do modem ADSL continuar com o sinal ADSL ativo, mas sem navegar, o que prova que o par de fio estava ligado a central e a uma porta na DSlan. Paguei a conta que estava atrasada e é preciso esperar os “cinco dias úteis pro sistema registrar o pagamento”. Ô sistema lerdo hein?

Passo a ligar duas vezes por dia pra consultar se já foi registrado o pagamento.

07/07:  Pagamento registrado, não devo mais nada. O procedimento para obter a linha de volta (o número antigo) é tortuoso. Segundo eles, não é possível “reativar” a linha. Tem que ser feito um pedido de uma nova linha. E para obter o número antigo, é preciso fazer um procedimento que chama “reserva de terminal”. Faço o pedido da nova linha. Agendam a instalação para 09/07. Sim… num domingo na parte da tarde.

09/07: Venho para o local e fico de plantão. Uma hora depois aparece o técnico. Explico pra ele o caso e ele mesmo confirma, não tem que fazer nada aqui, é só ir lá na central e manobrar o par. Ele mede o sinal na linha me deixa um modem com wi-fi e vaza pra central. Em 15 minutos já estava com o número novo e a internet funcionando.

É preciso esperar dois dias para baixa da ordem de serviço, para iniciar o processo da reserva de terminal.

O que é essa reserva de terminal? Nesta empresinha safada, quando uma linha é cancelada, o número fica reservado para o antigo titular por 6 meses, depois disso já vai pra um novo cliente.

11/07: Abro o pedido de reserva de terminal, foi até fácil chegar no lugar certo. O atendente confirma os dados e solicita a reserva. Pergunto se tem algum custo e me informa que não, curto zero. Prazo para efetivar a volta do numero antigo, 7 dias úteis.

22/07: Nada… a linha continua com o número novo. Decido esperar mais um pouco…

25:07: Necas! Ligo no canal de atendimento, peço informações sobre o protocolo de 11/07 e qual o motivo de hão haver sido feito a mudança do número. A besta da atendente me diz que não tem registro do protocolo. Ah??? Como assim? Repito o numero, confiro na gravação… e a atendente frisa: não tem registro deste protocolo. Ok… não tem? Num tem problema, peço pra fazer um novo pedido de reserva, ai…  – Sr… a empresa não fornece este serviço!

WTF??? Não? E o que foi me dito a 14 dias atrás, não tem validade? Não foi uma ou duas vezes que a empresa me confirmou que pode ser feita a troca do número pelo processo de reserva. Nem deixo a atendente terminar o blá blá blá, já digo que vou abrir processo na ouvidoria e desligo.

Ato continuo, abro o processo na ouvidora. Novo prazo, são 5 dias úteis pra resolver ou dizer o porque não pode fazer.

29/07: Recebo uma ligação de um técnico da vivo dizendo que está com o processo da ouvidoria em mãos e precisa agendar o dia pra fazer o procedimento. Confirma uns dados e diz que vai me transferir pra uma atendente, e com a expressa mensagem de que… se for perguntado, pra dizer que fui eu quem ligou e não a própria vivo que me ligou. Segundo ele, se eles descobrem que foi a empresa que ligou, eles cancelam a linha e leva 10 dias pra religar a linha com o numero antigo. Falo com a atendente, ela realmente pergunta se fui eu quem ligou, confirmo. É agendo a mudança pro número antigo pro dia 31/07. Novamente na parte da tarde.

28/07: O telefone já muda de número, volta pro antigo sem ninguém mesmo aparecer aqui. Isso era meio óbvio, afinal é só programação na central.

31/07: Todo caso, fico de plantão aqui na oficina das 12:00 as 19:00. Ninguém aparece.

01/08: Estou em casa almoçando, toca o celular e com um numero estranho, atendo, é a vivo me procurando que o técnico está no endereço e não tem ninguém lá… óbvio. Reclamo que o combinado era na segunda, mas aviso que posso chegar no lugar em 10 minutos. A atendente abre conferencia com o técnico e confirmo chegar lá em 10 minutos. Na verdade cheguei em 4 minutos.

Já explico que esta tudo funcionado, o técnico só pede pra medir o sinal ADSL, preenche uma papelada, me pede pra assinar e pronto.

Planejo a data pra pedir a mudança do telefone.

04/08: Peço a mudança de endereço do telefone. A mudança não tem como agendar horário nem dia.. legal né? Nisso me dizem que a mudança do telefone e internet são serviços feitos separados, e o procedimento pra a internet é meio esdrúxulo… é preciso cancelar e pedir uma nova na mesma linha mas no endereço novo!

05/08: Por via das dúvidas deixo a fiação prontinha no endereço novo, e deixo um recado pregado no portão em qual par de fio o técnico deve ligar a linha.

06/08: Resolvo passar no endereço novo no final da tarde… tá lá puxado par de fio. Confiro e a linha telefônica já está atendendo lá… mas sem sinal ADSL. Tento acessar o PC da oficina via VNC e consigo acesso, o que diz que a internet ainda está no endereço antigo. Como instruído em alguma parte do processo que não lembro é bom esperar dois dias pra dar baixa na ordem de serviço para fazer outro pedido.

08/08: A primeira ligação para a empresa pra pedir a mudança é feita as 4:16… A ultima foi as 6:15, mas para a Anatel. Pois… é literalmente IMPOSSÍVEL conseguir falar com alguém que cancele imediatamente o ADSL e já faça o novo pedido. Tentei várias vezes, por vários caminhos. Quando a pessoa não sabe o que fazer, não pode fazer por ser o canal errado, ou pior, quando a ligação cai, ou você entra num limbo na droga do sistema deles.

Esqueci de dizer (adicionado em 16/08). Neste mesmo dia, após quase uma hora de tentativas, fui até o atendimento presencial da vivo lá no centro da cidade. Lá, como já havia ocorrido em outras três ocasiões, as atendentes lá não resolvem porcaria nenhuma, sempre dizem que eu tenho que resolver pelo 10315 no atendimento eletrônico. Nas duas últimas vezes nem isso já deram o telefone da Ouvidoria… Nem preciso dizer que nesta última vez eu esquentei o ki-suco lá… soltei umas verdades que estavam entaladas na goela desde as tentativas passadas. Perguntei na lata pra que servia aquilo lá, o que eles resolviam lá, já que nas quatro vezes que fui lá sai do mesmo jeito que entrei…

Voltei pra oficina e nova sessão de mais uma hora e pouco de tentativas de cancelamento…

Veja na imagem que abre o post, confira a quantidade de ligações que fiz. (observe o numero entre os parênteses, pois o TrueCaller agrupa as chamadas).

Duas horas perdidas e ficando puto da vida. Joguei a bola nos pés da Anatel, a empresa agora que se vire pra levar o ADSL pro endereço novo.

15/08: Recebi hoje uma ligação da vivo, quem estava do outro lado já de cara falou que era sobre minha reclamação na Anatel. Explicado novamente sobre cancelar no endereço antigo e pedir no endereço novo, diz quem estava do outro lado que assim será feito. Tem novamente 5 dias úteis pra ser feito. Então tem até 22/08 pra fazerem a mudança.  Aguardando o resultado.

23/08: E nada da filha-da-puta da Vivo resolver o meu problema, mesmo com o processo da Anatel. Liguei hoje no 10315 pra saber em que pé que anda a coisa. A primeira tentativa, ninguém soube me encaminhar pra o local correto. Como continuo com o ADSL funcionando no endereço antigo, resolvi mais uma vez tentar o cancelamento pela central automática. Como da outra vez, nas duas tentativas caio num limbo, inclusive ouço uma gravação mais do que esquisita no final e cai. Inclusive vou anexar essa gravação aqui depois. Não consigo falar com ninguém responsável pelo cancelamento.

O processo na Anatel pelo visto não deu em nada, só aquela ligação em 15/08 e mais nada.

Dai resolvi ir pela quinta vez no atendimento presencial, e fiz no celular, na frente da atendente a tentativa de cancelamento e ela já me soltou na cara: Erro do sistema. Ah tá… sei… Novamente bate-boca lá e no final me levantei e vim embora sem antes falar em alto em bom som: Isso aqui deve ser só enfeite, é a quinta vez que venho aqui e vocês não fazem NADA. Não volto mais lá, nunca mais boto meus pés naquele lugar.

Nisso tenho uma idéia. Toda vez que me identifiquei no 10315, usei o meu numero de telefone antigo, o que recuperei láááá em cima. Resolvi me identificar com o número da linha provisória que já foi desativado… e… consegui falar com alguém!!! Mas agora vem o detalhe que ninguém, nem eu consigo entender.

Se eles consultam o cadastro pelo CPF, diz que a linha ativa é o número provisório, mas que não está instalada, está desligado. Se a consulta é feita pelo número antigo que já está lá no endereço o qual pedi mudança, diz que não tem ADSL ativo naquela linha! Porém… com que eu continuo com o ADSL ativo na linha provisória, mas SEM a linha???

Tem horas que eu penso em cancelar tudo e mandar a vivo pra puta que pariu! Mas eu não faço isso por um único problema, eu só tenho opção de via rádio, e vi dizer que pode ter opção de fibra-ótica de uma outra empresa, mas… SEM IP VÁLIDO! E isso é um problema pra mim.

Mas voltando… nesse contato que consegui acessar a central de cancelamento, expliquei todo o rolo e ninguém entendeu nada. A atendente em conversa com o supervisor, sugeriu a visita de um técnico, com a alegação de “linha cruzada”. E disse que agendou pra atendimento em 24 horas. O jeito vai ser esperar amanhã o dia todo por lá e torcer pra esse técnico entender o problema e conseguir resolver isso.

24/08: Até agora (5:40) nada do técnico aparecer…

25/08: E não apareceu ninguém aqui. Então fiz o seguinte. Reabri o processo na Anatel, e… entrei via site da empresinha safada e fiz um pedido de ADSL por lá no endereço no novo. Salvei número do pedido e IMPRIMI a tela, onde diz claramente “agendamento da instalação” e sequer fala algo sobre “consulta de disponibilidade”. No meu bom entender, o que está escrito lá é que eles me venderam o produto, logo eles vão ter que CAGAR um ADSL.

27/08: Recebi uma ligação da empresinha de merda logo no final da tarde, sobre o pedido que fiz diretamente no site. Segundo a vendedora, a mesma novelinha… não tem porta, e… o ADSL ainda funcionando na oficina e sem sinal telefônico. Desabafei, soltei os cachorros, gatos, cobras e lagartos na vendedora. Filho da puta foi a palavra mais suave. Eu sei que ela lá daquele lado está lá só fazendo o trabalho dela pra receber o salário no final do mês, mas… foda-se. Minha paciência está no limite.

Ato continuo após esta ligação, entrei no site novamente fiz outro pedido online, além de mais tarde fazer um atendimento via chat no site da empresinha de bosta. Nem os atendentes falam coisa com coisa, cada hora é uma resposta diferente. O diabo dos detalhes é que no meio da conversa, o chat simplesmente “desconectou” tendo que reabrir e reiniciar a conversa com outro atendente. Segundo o que ele “consultou o cadastro” eu só tenho um número de telefone ativo (o antigo) e sem internet, coisa totalmente contraria que eu vejo no perfil no site, dizendo que tem dois números, o antigo e o novo e um ADSL ativo no endereço antigo.

28/08: Hoje é o terceiro dia útil após a reabertura do processo na Anatel. Foi me dito na reabertura que eles tinham 3 dias úteis pra se posicionar. Caso negativo, era pra entrar em contato novamente com a Anatel. O farei amanha, além de que… vou me dirigir ao PROCON e ver o que eles tem a me dizer lá.

E ainda além disso fui atrás da empresa que está fornecendo acesso via fibra-ótica aqui no bairro. Na conversa que tive lá, o mínimo que eles oferecem é 8Mbps ao custo de R$79,90 mas sem IP válido. Isso eu confirmei na casa de um amigo que assinou com eles. Mas descobri que eles podem oferecer “IP Dedicado” com o acréscimo de R$30,00 a mensalidade. E tem o custo de instalação de R$100,00 (pagamento a vista) ou  R$150,00 no boleto divido em três vezes.

Eu não estou querendo tomar este caminho, pois se tomar, além disso precisarei refazer uma parte da infra-estrutura lá no cafofo pra poder passar a fibra. E R$109,90 pelo acesso, mesmo que a 8Mbps, está um pouco além do valor que estou dispondo a gastar com isso. No ADSL o valor é de R$89,80 com o telefone incluso no pacote.

Se eu tomar este caminho (vai depender da conversa no PROCON e da resposta da Anatel), irei cancelar totalmente minha assinatura com a empresinha de merda chamada vivo. Não vou querer mais NENHUM serviço deles, e se achar uma opção barata de telefone fixo (claro, embratel, etc…) eu ainda peço portabilidade do número fixo. E ainda farei pior. Vou compartilhar via rádio em uma VPN esses 8Mbps com minha casa e mandar a empresinha de merda enfiar no cú o belo ADSL de 512Kbps que eles me vendem em casa a peso de ouro e muito provável que também o faça com o telefone.

Não seria nada mal, internet mais rápida e telefones mais baratos, e independência dessa desgraça de empresa. Caso a se pensar…

30/08: Já prevendo que não vai acabar do jeito que eu queria, resolvi fazer a infra-estrutura para para a instalação da fibra ótica. Foram 27 metros de mangueira PEAD, 30 metros de arame galvanizado e uma escavação da rota de fuga:

Curvas bem suaves na mangueira pra não ter enrosco na hora de puxar a fibra pelo arame, tudo chumbado com massa de areia e cimento para que fique bem resistente.

08/09: Depois de algumas tentativas por outros caminhos sem resultado, de a Anatel não ter feito porcaria nenhuma, de cansar de ligar e pedir nova instalação e ouvir que “não tem porta” e eu ainda aqui navegando no endereço antigo com o ADSL e sem telefone (quer dizer, tem uma porta disponível aqui), parti para o plano B.

Fui na empresa que (por enquanto não vou dizer o nome) e fiz o pedido da instalação dos 8MB em fibra-ótica. Agora preciso só aguardar eles ligarem pra ir lá assinar o contrato e agendar a instalação. Pedi os 8MB com IP fixo. A instalação (que disseram antes ser de 100 reais e agora me falaram 150 reais. Mas isso eu vou discutir na hora que for assinar o contrato, estou com o papel com a proposta anotada de punho próprio por um dos responsáveis de lá.

Estando com a fibra instalada (se tudo correr bem, até o meio da semana que vem) o segundo passo é começar a cortar o cordão umbilical da empresinha de merda. O primeiro telefone que vai pro espaço é o da oficina. Este eu sinceramente estou pensando se mando cancelar completamente mesmo ou se migro pra um Claro Fone.

O segundo passo será fazer o link em 5.8GHz com minha casa, fechar VPN com um roteador lá em casa e dar o segundo passo que é migrar a linha de casa pro um Claro Fone e cancelar TUDO com a empresinha de merda.

11/09: Recebi a ligação da empresa de fibra ótica pra ir assinar o contrato. Mas como eu já fui alertado por um amigo, é bom não cantar vitória antes deles terem instalado, pois pode ocorrer deles dizerem que atente o bairro e não tem o cabo de fibra passando na rua ou caixa de atendimento perto do endereço. Contrato assinado e instalação prevista para dia 14 ou 15. Aguardemos!

Assim que instalado, revelo o nome da empresa. E feita a instalação o segundo passo é pedir o Claro Fixo e mandar a empresinha de merda para os quintos dos infernos.

14/09: Instalaram a fibra ótica aqui. Relevando o nome da empresa, é a Conexão (IP5). A velocidade está espantosa, veja o resultado do speedtest usando um host bem daqui de perto.

A única coisa a desejar ainda é a questão do IP fixo… pelo que entendi, eu tenho que passar a lista de portas para eles abrirem… Achei esquisito isso, por pra mim por ser o IP fixo, o modem deveria se comportar como um bridge, deixando que eu aplique essas configurações no meu roteador. Como pra mim esse negócio de fibra ótica ainda é novidade, amanhã eu faço contato no suporte e vejo como resolve isso, se da pra deixar o modem em bridge ou vou ter que passar a “listinha” de portas que eu preciso abertas.

Já a empresinha de merda, liguei lá hoje e contestei um valor cobrado na conta, a taxa de habilitação do vivo internet, que são R$150,00. Disseram que foi removido sem o menor xôrôrô… que em 5 dias a conta com o novo valor estará disponível no site e em 10 dias eu recebo a conta em papel pelo correio. Estou só esperando chegar esta conta, pagar e vou pedir a portabilidade para um Claro Fone.

16/09: Bem… o IP fixo já está ativo. A questão das portas, acabei não ligando na empresa, dei um jeito de acessar as configurações do modem no modo administrador, e verifiquei que o modem realmente está em modo “router”. Até da pra passa-lo para o modo “bridge” mas estou avaliando se compensa mantê-lo como está de deixando a cargo dele mesmo o serviço de DHCP e redirecionamento de portas.

Pois o jeito que pensei em fazer a parafernália toda aqui, se deixar essa parte a cargo do próprio modem, eu elimino um roteador da rede. Só resta saber se o provedor não vai encrespar por eu ter dado um reset no modem e trocado a senha de admin. o:-)

E claro, que eu salvei todas as configurações, login e senha do PPPoE (via brechas de segurança do IE).

Também já comecei a montagem da rede interna aqui e a parte do link de rádio que vou usar pra fazer a intranet com minha casa.

22/09: Recebi e paguei a conta com valor contestado e hoje ela já aparece como quitada no sistema da empresinha de merda. Ato continuo já fui na loja da Claro Fone e fiz o pedido de portabilidade, tudo acertado a portabilidade deve ocorrer em até no máximo 10 dias, mas disseram que normalmente em 3 dias já ocorre. Bizarramente você não sai com o simcard da loja, é preciso que o técnico venha entregar. A entrega foi agendada para dia 23/09 da 1:00 tarde as 7:00 da noite.

23/09: Deu exatamente 1:02 o celular toca, é uma atendente da claro perguntando se eu posso atender o técnico que está na porta do endereço informado. Digo se ele pode aguardar 5 minutos e me dirijo pra lá. Apresento documento com foto e (?) comprovante de endereço e me entrega o simcard e o papel da ordem de serviço com as instruções pra ativação do chip.

Então a parte 2 de 4 do plano se fuga já está praticamente concluída. A parte 3 era pra dar uma boa arrancada hoje, mas o fdp dos correios não entregou os dois pigtail que eu comprei na quarta-feira pra montar as antenas. Isso porque paguei sedex! Só devem entregar na segunda-feira, pqp… :furious:

25/09: Coincidentemente estou no endereço novo e perto do telefone fixo e ele toca… atendo e é alguém da empresinha de merda (vivo) querendo falar sobre o pedido de portabilidade. Explica que precisa confirmar alguns dados pra evitar fraude. E… faz a fatídica pergunta, porque eu pedi portabilidade?

Taquei na lata: Por pura INCOMPETÊNCIA da vivo, por fazer mais de 2 meses que estava tentando mudar o serviço de ADSL de endereço e nem com processo na Anatel resolveram. E que estão me fazendo LITERALMENTE de palhaço.

Literalmente “caguei na cabeça” da pessoa que ligou e espero que a ligação seja gravada e auditada ou que o atendimento seja anotado e seja lá quem for leia aquilo. Feito isso alguns segundos de silêncio e me dizem que então ok, a portabilidade será feita na quarta-feira dia 27 após o meio-dia, e que a linha pode ficar indisponível para receber e efetuar chamadas por algumas horas.

Também já recebi os pigtail que comprei para a parte 3 de 4 do plano de fuga.

26/09: Como já estou com os pigtail nas mãos, resolvi já deixar as antenas montadas no lugar, prontas, faltando apenas para ligar a routerboard mikrotik.

[foto das antenas aqui, assim que a fizer durante o dia]

Esta caixa por sinal, veio junto com a antena abaixo.

Também já fiz a reforma completa de uma antena Zirok WLL-455 que catei no latão de lixo em frente ao prédio da prefeitura a algum tempo atrás, e esta será utilizada para uma parte do plano que seria executada mesmo se não houvesse esse forrobodó todo com a vivo, que é instalar um DVR em um ponto que distada em 18KM daqui… falarei disto depois em um post em separado.

27/09: Passei lá no endereço novo por volta das 2 da tarde e o telefone “com fio” já estava mudo. Pego o celular que deixei provisoriamente o chip Claro Fixo e vejo que ele ainda não foi habilitado na rede. Preciso sair e mais tarde voltei lá, ali pelas 8 da noite e o chip já está habilitado na rede. Faço o processo de ativação pela central e já peço o desbloqueio de ligações para celular. Mais alguns minutos e pronto, meu antigo número fixo que está comigo desde 1998 já atende agora como uma linha Claro Fixo. Coloquei o chip em um modem 3G que foi desbloqueado (Huawei B260a) que tem saída pra telefone (que por ironia do destino era da empresinha de merda) e curiosamente este modem veio de uma das visitas aos “shopping center”. (:)

Vou precisar de um outro modem destes para a parte 4 de 4 do plano de fuga, alguém tem um jogado nas gavetas ai que queira doar?  :-P Serve um similar também, basta ter saída para telefone.

—–

Depois quando eu digo pra uns amigos que eu ODEIO a vivo, desde a época que eu tinha celular deles, eles acham que eu exagero. Quando disse que o que era ruim iria piorar mais, na fusão da telefonica com a vivo. A telefonica era intragável, mas com um pouco de briga se conseguia resolver os problemas. Já a merda da vivo, parece fazer tudo da forma mais complicada.

Não vejo a hora de poder ter uma oferta de um concorrente deles por aqui… cabo ou fibra ótica. E isso não deve demorar… Mesmo que eu tenha que pagar multa rescisória por causa da nova instalação, eu pago!



   quarta-feira, 26 de julho de 2017

Assentando tijolos



PéssimoRuimMédioBomExcelente (9 votos, média: 5,00 de 5)

Bem… com a conclusão do madeiramento, precisava assentar uma fiada a mais de tijolos. E assim foi feito nesta tarde, foram cerca de 120 tijolos pra fazer tudo. 8-)

Próximo passo, chumbar as pontas, concluir a instalação elétrica e puxar os cabos de telefone, interfone, câmeras, etc, pela tubulação que vem do muro até a casa.



   quinta-feira, 20 de julho de 2017

Fazendo o madeiramento do telhado.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (7 votos, média: 5,00 de 5)

Semana passada eu comecei a fazer o madeiramento do telhado. O detalhe é que… fiz tudo sozinho. Você vai se perguntar, como assim?

Sim, tudo sozinho, tudo foi feito com planejamento. Todas as peças foram medidas e cortadas no chão, literalmente fiz um kit de telhado pra ser montado de uma vez.

Vamos lá… Como o telhado tem cerca de 10 metros de lagura, obviamente as peças precisaram ser emendadas. Nas peças que serão parafusadas as telhas, fiz emendas mão de amigo. Optei por fazer de forma mais simplificada, deixando as pontas morrerem agudas ao invés de fazer dentes de encaixe.

telhado1

A primeira peça como ficou em cima do beiral para as telhas morrerem praticamente a zero na laje, foi parafusada no beiral concretado com parafusos passantes de 3/8″. Esse da foto acima é o parafuso do centro (terceiro) optei por coloca-lo diretamente na emenda, já que esta não vai suportar peso em apoios pontalete, não precisa de muito reforço.

telhado3

Visto por dentro. Todas cabeças e porcas que ficaram na parte superior foram encaixadas em cavidades feitas com uma broca chata de 1″. Pois sobre as peças ainda será pregado um aramal para poder suportar a manta térmica e sobre as peças, as ripas de separação da manta térmica, já que a telha não deve ser apoiada diretamente sob a manta, para não esmagar ou cortar a manta nos cantos vivos da madeira.

telhado2

As cabeças foram inicialmente fixadas nos apoios de alvenaria com pregos. Usei pregos 26 x 84. Além disso ainda serão assentados tijolos ao lado das peças com massa de areia e cimento 3:1.

telhado7

Então as peças além de pregadas estarão chumbadas. Pra assentar os tijolos, deixei os tijolos bem úmidos pra que a massa perca pouca água e a cura ocorra mais devagar.

telhado5

Bem no meio do telhado coloquei essa viga de ferro apoiando bem próximo das emendas. Eu sei que alguém vai falar que a emenda da peça ficou ao contrário, mas só pensei em colocar esta viga depois que já havia fixado a peça de madeira, mas não haverá problema pois a distancia para o próximo apoio é pequena e nesta parte não ficara muito peso.

telhado4

Todas peças foram fixadas na viga metálica com parafusos.

telhado9

Nos outros pontos, o apoio foi feito com pontaletes de madeira. O pé dos pontaletes fiz bem largos, de forma que consiga distribuir o peso sob no mínimo 3 vigotas da laje.

telhado11

Outra coisa que fiz, foi não colocar os pontaletes no mesmo alinhamento, para distribuir melhor o peso e não ficar tudo concentrado tudo nas mesmas vigotas da laje.

telhado6

E o madeiramento logo após que acabei de montar, ainda falava ai chumbar as pontas e assentar uma fiada a mais de tijolos na parede, já que resolvi subir o telhado um pouquinho mais do que o previsto.

As telhas serão do tipo Ethernit, de 2,44 x 80. Serão necessários duas telhas e meia pra cobrir o comprimento todo, tem duas peças de madeira a mais, porque estas telhas de 2,44 requerem apoio intermediário na metade do comprimento da telha.

Próximo passo é assentar essa fiada de tijolo a mais e chumbar a pontas. Depois disso partir para a instalação elétrica.



   terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Lâmpadas. Tem algo errado!



PéssimoRuimMédioBomExcelente (7 votos, média: 5,00 de 5)

Porque eu acho que tem algo errado com lâmpadas? Vamos lá…

Precisei comprar umas lâmpadas mais fortinha hoje, tinha que ser algo (baseado em lâmpada CFL) maior do que 25W.

As opções são muitas, muitas marcas, muitos modelos, mas… poucos preços! Como a situação $$$ não anda boa pra ninguém a ordem é economizar até nos centavos. Nisso camelei a cidade atrás de preço de lâmpada.

Até que cheguei nisso aqui:

cfl_30w

Ao custo de… R$21,30! :-o

E foi no lugar mais barato até onde eu agüentei andar e ir atrás. Preço pra essa potencia de lâmpada chegou no lugar mais caro (por aqui) a R$38,00.

Opções LED, teria que ser algo de 12W pra cima pra ter a mesma intensidade luminosa. Mas o precinho… tudo mais de R$30,00 pra essa faixa de potencia.

Mas vem cá… não é muito dinheiro pra uma lâmpada? Porque eu digo isso? Uma incandescente de 100W custava em 2014 apenas R$1,49 conforme tá nesse cupom fiscal que eu tive que catar no site da nota fiscal paulista.

preco_incandescente

Estas lâmpadas custavam muito mais caras que as incandescentes, lembro que em casa foi um parto pra comprar a quantidade necessária para substituir as incandescente (mas tinha e tem até hoje, pontos que eu usei fluorescentes tubulares comuns). Uma coisa que eu não ouvi apenas uma ou duas vezes quando da crise do apagão em 2001, quando a ordem era economizar a todo custo, que as lâmpadas incandescentes eram as vilãs e tiveram de ser substituídas meio que “na marra” por lâmpadas CFL (conhecidas também como econômicas) , e o que se falava é que o custo iria cair com a popularização das mesmas.

Não é o que eu vejo! CFL ainda continua custando caro. As “usáveis” não saem hoje por menos de R$14,00 por aqui. Abaixo disso tem, mas a potencia luminosa é risível (CFL de 3 a 7W).

LED as mais baratas de 6W (que eu acho pouco) não sai por menos de R$18,00 nos lugares que olhei.

E eu já ouvi de vendedor quando pesquisei lâmpadas LED a uns meses atrás, que o preço deveria cair com a popularização das mesmas. Pelo visto não popularizou ou os lucros de quem quer que seja aumentaram. Aposto mais na segunda opção.

Não parei pra por na ponta do lápis a economia gerada por uma CFL e seu preço, comparado a uma incandescente. Mas aposto que a conta não seja muito favorável a CFL…

A gota d’água fica por conta das “novas” incandescente, que estão envelopando lâmpadas halógenas dentro de bulbos comuns, e o preço… disparou lá pra cima! :crazy:



   segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Minha mãe precisou trocar um guarda-roupas lá de casa, pois o pobre coitado mal estava parando em pé.

Quando o desmontei, olhei para aquele monte de “madeira” e fiquei pensando… jogar isso tudo fora? Nah… vamos reaproveitar o que dá, o que for possível. O “madeira” é porque na verdade as pranchas são de aglomerado.

Nas duas portas centrais haviam espelhos bisotados, foi a primeira coisa que pensei em reaproveitar.

Um deles simplesmente coloquei os fixadores pra pendurar e virou um espelho comum, ficou em casa mesmo.

espelho_7

O segundo deles, foi pra oficina nova e virou espelho de lavatório. Bom… ele era assim. É colado numa prancha branca com as bordas decoradas em mogno. Nos três furos inferiores ficavam um friso de mogno e o puxador da porta.

espelho_1

A segunda coisa foi esse pedaço de MDF revestido que eu já tinha, que era sobras da fábrica de móveis que existia até uns tempos atrás aqui no bairro. O interessante é que ele já estava revestido até mesmo nas bordas, isso deveria ser o frontal de alguma gaveta que eles fizeram a mais e não usaram e foi pra caçamba de descarte.

espelho_2

Lixado, aplicado seladora e verniz, foi fixado com parafusos nos furos onde ficava o puxador. Optei por deixar as bordas maiores que a largura total do espelho, pois vi muitas fotos de espelhos prontos feitos da mesma forma.

espelho_3

Para fixar na parede, fiz estas pequenas chapas, utilizando um resto de uma cinta de aço inox que é usada em postes. Foi sobra da instalação poste de entrada a energia elétrica, que já estava guardado faz tempo. Na traseira do espelho fiz dois furos usando broca forstner para que a cabeça do parafuso que fica na parede, possa entrar.

espelho_4

Na chapinha é feito um furo maior para passar a cabeça do parafuso e um menor logo acima para passar somente o pescoço do parafuso, de forma que ele não sai do lugar, a menos que você levante.

espelho_5

Porque chapinhas ao invés de pitões? Porque dessa forma você não vê parafusos, e os pitões teriam que ficar na borda superior, e como esse espelho é bem pesado, os pitões poderiam ser arrancados do aglomerado, que não tem muita resistência.

espelho_6

E… colocado de forma provisória em cima do lavatório. Usei pregos de aço mesmo, batidos na junta dos tijolos, pois vai ter que sair dai quando as paredes receberem o emboço e o revestimento.

Nem a pia está fixada, está só “amontoada” no lugar. :tooth:

Mais pro final de semana, talvez no sábado vem a parte 2 de 3. :-P



   quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O portão provisório



PéssimoRuimMédioBomExcelente (7 votos, média: 4,86 de 5)

Então… no post anterior eu falei do portão feito de madeira de reciclagem de pallets. Quem for observador, vai notar que ficou faltando um pequeno detalhe… o puxador!

Numa visita ao sucateiro, achei isso aqui:

puxador_portao1

É um tipo de esfregão de limpeza, que estava quebrado. Comprei por 3 reais o cabo de alumínio dele. Juntei com dois parafusos franceses de 1/4″ x 4″,  dois pedaços de cano de alumínio de 3/8″ que eu já tinha aqui e dois tampões plásticos.

puxador_portao2

Deu nisso aqui:

puxador_portao3

Quebra bem o galho né? :-o*



   sábado, 16 de janeiro de 2016

Fazendo um portão provisório.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (5 votos, média: 5,00 de 5)

Mas… não definitivo, pois meus planos são outros, mas bem parecido com este resultado. }:D

Bom, o portão que estava em uso foi de quando o pedreiro me entregou a obra, foi feito com restos de tábua e na verdade nem era portão e sim um tapume, eu que converti em portão, com duas dobradiças improvisadas com lonas de pneu. Funcionou bem para o propósito. :-))

O problema é que o tempo foi se incumbindo de liqüidar com ele. No final eu praticamente estava com um portão feito de cacarecos de madeira e arame, mas até que durou mais do que eu esperava. Essa foto é de alguns meses atrás. Note que a muda de acerola ainda nem saia do protetor. :-o*

portao_1

Mas eu já tinha começado a matutar como fazer um portão novo a uns meses atrás. Pra isso passei a sistematicamente procurar que material usar, de preferência reciclado. Passando ao lado de uma grande empresa aqui na cidade, vi alguns pallets de madeira descartados. Dai pensei… porque não usar madeira de pallets pra fazer o portão? :!:

Nisso passei alguns dias procurando pallets que pudessem servir. Consegui 3 pallets que foram desmontados, separei os pregos e a madeira que podia ser aproveitada. E… vamos começar a fazer.

portao_2

De inicio comecei cortando as tábuas com 1,05m já que portão precisava ter 2,10m. Pra fazer o cruzamento, algumas precisaram ainda ser cortadas com a metade deste tamanho, 52,5cm. Dai foi começar a pregar nas travessas grossas que darão suporte e sustentação ao portão. A maior parte dos pregos foi reaproveitada dos próprios pallets. Só precisei comprar um pouquinho pra terminar, porque acabei usando  4 pregos em cada tábua nas travessas. :tooth:

portao_3

Também precisei colocar mais 3 travessas extras (mais finas) pra prender as junções das tábuas que caem fora das travessas maiores. Cabe uma nota aqui… se eu tivesse uma travessa a mais, dessas grossas que usei, poderia ter colocado 5 travessas, coincidindo 3 delas nos cruzamentos e não precisaria das 3 extras mais finas. :aiaiai:

Dos 3 paletes que desmontei, sobrou só um monte de toquinhos, quase tudo foi aproveitado.

Tudo pronto, foi preciso dar uma boa lixada nele pra tirar essas marcas de sujeira e tinta. Pra lixar apelei pra esmerilhadeira e discos de lixa grossa. Fez um poeirão dos diabos. Mas… ficou limpinho!

portao_4

Fiquei pensando em que usar de dobradiça. Optei por usar 3 pinos gonzo, soldados em chapas de ferro de 3/16″. Tudo será preso com parafusos passante na madeira (parafuso cabeça francesa) e na coluna de concreto com chumbadores parabolt.

portao_5

E pra proteger a madeira? Nisso meu amigo Mateus me deu uma sugestão, usar um stain (osmocolor) que protege e impermeabiliza a madeira. :good: Ele me deu uma lata que tinha sobrado de uma obra dele.

portao_6

Apliquei duas demãos e ficou muito, mas muito bom! A cor deste stain é imbuia, e escureceu bem a madeira, inclusive disfarçou a diferença de tonalidade das madeiras que eram diferentes como pode-se notar nas fotos anteriores.

portao_7

E a fechadura? Andei olhando as opções. Haviam alguns requisitos para a escolha. A escolha mais óbvia seria uma HDL. Mas o preço não estava me agradando.

Pesquisando encontrei esta outra marca mais em conta, AGL. A modelo tetra (AGL-100) a primeira vista pelas fotos, em pareceu muito boa. Quando vi, ela custava cerca de R$73,99 no mercado livre (em outubro). Porém como deixei pra comprar depois, em dezembro o preço já era de R$99,98. Isso sem o frete!

Deu um pouco de trabalho mas achei um revendedor que ainda tinha por um preço similar ao antigo. paguei R$80,00 na fechadura neste distribuidor. Como fui muito bem atendido, fica a dica: http://www.cftvshop.com

Porque optei pela AGL-100 Tetra? Pelo fato de ter furação compatível com a HDL. Se por acaso essa fechadura não agüentar, no futuro posso comprar uma HDL e colocar no lugar, sem ter que me preocupar com a furação. :-))

O portão instalado e visto por dentro.

portao_8

Só que para instala-lo precisei tirar cerca de 4cm na largura total. Ele havia sido feito para ser instalado com uma cantoneira de 25mm como batente. Porem a testada da fechadura é grande e precisa de um espaço de 30mm entre o batente e a coluna, para ser fixada. Como não queria cortar/rebaixar a coluna para a testada entrar, nisso tive que improvisar um batente. Inseri como espaçador, um metalon de 30 x 25mm. Prendi isso tudo na coluna com 5 buchas plásticas 8.

E o portão pelo lado da rua:

portao_9

Pra mim ficou até melhor do que eu imaginava. E deve durar até mais do que eu preciso, até sobrar uma grana pra comprar a ferragem pra fazer o definitivo, do jeito que eu quero. Dai esse pranchão pode até virar uma mesa depois. :sarcastic:

Próximo passo é dar um jeito nessa calçada. Fazer pelo menos o contra-piso. Já que eu quero fazer a calçada com pedra miracema. :-P



   quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

E… o sangue ferveu!



PéssimoRuimMédioBomExcelente (3 votos, média: 5,00 de 5)

E… aconteceu de novo, melhor… aconteceu PIOR! Lembram disso aqui? Pois então… olha só:

vizinho_corno2

Estão vendo esse monte de lixo verde e ensacado? Pois é… um FILHO DA PUTA de algum vizinho, fez o favor de tacar isso POR CIMA do meu  muro, dentro do meu terreno!

Claro… o sangue ferveu.  :hot: Peguei a merda toda e joguei de volta na rua, para que o CORNO veja que o lixo que ele achou conveniente jogar dentro do que é meu, só porque ninguém mora lá ainda, e o mato estava um pouco alto por causa das chuvas, não está abandonado e não é lixão.

A antiga placa do post que botei o link ali no começo, já não existia mais, por ser feita de aglomerado, desmanchou.

Então… tive que fazer uma nova.

vizinho_corno1

A foto está um pouco escura, porque fiz a noite, logo que preguei o novo lembrete para os filhos da puta de plantão.

Sorte, muita sorte do CORNO, que eu não tinha ligado a câmera que fica no poste do medidor de energia ainda… pois se eu descubro qual o filho da puta do vizinho que fez isso, ira dar cagada, ah se ia… :censored:

E como eu sei que é vizinho? Porque ninguém iria vir de longe, de carro só pra jogar lixo aqui. Isso é coisa de gente que mora ali perto mesmo.

Porém a câmera agora está ligada e gravando, só esperando o próximo ataque, se houver.  :X:



   sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Fazendo uma lixeira, e de… sucata.



PéssimoRuimMédioBomExcelente (8 votos, média: 5,00 de 5)

Já tem um tempo que eu estava querendo fazer uma lixeira pra colocar no cafofo. Só que eu queria fazer na base da reciclagem. Só que eu não estava procurando o material, estava esperando “tropeçar” nele. :D

Ah… tá achando estranho o papo de “serralheiro”? Pois bem… fique sabendo que dou minhas cacetadas no assunto, e até que sai coisa boa e bem feita. :sarcastic:

A mais ou menos um mês e meio atras, passeando no sucateiro, tropeço em duas coisas que acenderam a idéia.

Achei uma grade de ferro que não sei do que era, mas suspeito ser suporte de formulário contínuo de alguma mesa para impressora, e… um “postinho” de ferro fundido bem antigo. Quanto custou isso no sucateiro? R$16,00 tudo, o preço um pouco “alto” foi mais por causa do peso desse postinho de ferro fundido, o bicho pesou 11Kg na balança lá do ferro-velho (foi pesado de qualquer jeito), mas eu acho que pesa mais… :-o*

lixeira_1 lixeira_2

A grade, como tinha umas pontas que serviam pra apoiar/prender em algum lugar, cortei fora. A barra de ferro que aparece na primeira foto são umas sobras que eu tenho aqui já de muito tempo, quando reformei uma torre auto-portavel.

Bom… Cortei a pontas, desfiz a dobra que ela tinha e soldei mais duas barrinhas pra reforçar a grade. E como fechar a volta do cesto? Pensei em um sistema de pétalas que já vi em outras lixeiras por aqui e gostei do resultado.

Então, vamos cortar um  monte de pedaços da barra de ferro com 33cm e curvar… no braço, usando apenas um pedaço de tubo como gabarito, preso na morsa.

lixeira_3 lixeira_4

Testando como fica, e bora soldar! Resolvi soldar cruzando a pétalas, achei que fica mais bonitinho e firme. E olha só o diâmetro do pé do postinho de ferro fundido! Vai ficar a prova de bomba nuclear! }:D

lixeira_5 lixeira_7

O cestinho completo, foi preciso 20 barrinhas de ferro dobrado pra fazer a volta toda, e tome solda! Acho que gastei uns 8 ou 10 eletrodos pra soldar tudo. E… como deve ficar depois de montada.  Ai ainda faltava soldar  a chapinha que fica no fundo do cestinho e prende no postinho.

lixeira_6 lixeira_8

Soldei um pedaço de chapa de ferro bem no meio do cestinho, para poder prende-lo no postinho de ferro. O cesto foi preso ao poste usando dois parafusos de aço inox de 1/4″, em roscas que foram abertas no topo do postinho.

E achei bom colocar também 4 braços para segurar as pontas do cesto, embora ele tenha ficado muito firme. Pra enrolar as pontas dos braços usei uma gambiarra feita com um pedaço de cano galvanizado de 1/2″.

lixeira_9 lixeira_9

E os braços foram presos por uma abraçadeira feita com uma chapinha de ferro e fechada com parafuso de aço inox também.

No pé do postinho precisei fazer um complemento para que possa ser chumbado na calçada sem maiores problemas e ficar firme. As pontas que cortei da grade, viraram as grapas para ancoragem no concreto. :-P Ou seja, desperdício zero de material.

lixeira_12 lixeira_13

Enfim, depois disso tudo, pintada e pronta pra instalação, que deve ocorrer em breve, pois antes preciso acertar a calçada, que ainda está em terra e fazer o contra-piso, pois quero assentar pedra miracema na calçada.

A remoção de toda tinta velha, que no postinho por sinal tinham umas 3 camadas de cores diferentes, foi feita com removedor pastoso. Basta aplicar e esperar uns 20 minutos, solta-se toda a camada de tinta.

Para pintura, usei um resto de tinta que sobrou da pintura da porta e janelas do cafofo. 8-)

lixeira_10

E ai… ficou boa ou não? Lixeira estilo colonial feita com material que era sucata. :good:

Eu acho que ficou melhor que muuuuuita lixeira que já vi por aqui na cidade, e feita por serralheiro “macaco velho”. o:-)



   sábado, 25 de janeiro de 2014

A conversa mole dos defensores da nbr14136…



PéssimoRuimMédioBomExcelente (7 votos, média: 5,00 de 5)

Incrível como este assunto me encontrou duas vezes nessa semana. A primeira delas foi na PiclistBR, onde eu postei uma foto que já foi publicada aqui no blog, em um tópico lá na lista, onde falava-se sobre a fosforescência residual de algumas lâmpadas fluorescente compactas.

Dai meu grande amigo Poças, obviamente não perdeu a piada, né? Disse que eu deveria tocar a tomada da foto, por um modelo ultra-moderno do tipo jabuticaba ou tridente do capeta. Claro que era piada pra me espetar. }:D

Mas dai veio a segunda carga… o Kim faz um post no facebook de um  blog onde pessoas cheias de orgulhos pela nbr14136 exaltam as “qualidades” do padrão jabuticaba e ele reclama justamente do problema de incompatibilidade com o resto do mundo. Claro que eu não pude deixar barato e nem perder a chance de mostrar a minha opinião e soltei a imagem abaixo nos dois casos. E pelo menos no facebook a coisa pegou fogo como de costume. :hot:

tomada_jabuticaba

Eu vou insistir até o final dos tempos é que toda essa propaganda que fazem, tem muita enganação pra “vender” a idéia que de foi uma boa troca. Tudo começa com a imagem abaixo onde querem me enganar que existem (ou existiam) todos esses padrões de pinos na Banânia…

tomada_jabuticaba_me_engana_que_eu_gosto

Sei…  :aiaiai: Alguém (revista época) quer me enganar que tinha tudo isso circulado nas lojas aqui na Banânia…  dessa lista ai eu nunca vi rodando nas prateleiras brasileiras os números: 2, 3, 6, 7, 8, 10 e 12…

Os números 1, 5 e 9 encaixam perfeitamente na tomada universal 2 pinos + terra. Vale lembrar que os tipos 1 e 5 são os usados nos EUA e Japão, que estão pouco SE LIXANDO pro padrão iec 60906-1 que é de onde veio a maravilhosa tomada jabuticaba, e o tipo 9 é o conhecido Europlug que é praticamente a mesma que sempre usamos por aqui e serve nas tomadas universais.

O tipo 4 da foto eu dou margem a dúvida se é a legítima jabuticaba ou se é o padrão Suíço que não é compatível com o tridente do capeta. E por fim o tipo 11 é o modelo australiano que era usado em tomadas de ar condicionado. Esse tudo bem, eu considero o patinho feio… o ponto fora da curva. Mas isso não importa, porque ninguém arrasta um aparelho de ar condicionado de um lado pro outro.

Então a revista, os engravatados do inmetro e vários fabricantes querem me enganar que isso tudo ai existia por aqui? Ah tá… me engana que eu gosto. :sarcastic:

O problema é que com ou sem jabuticaba, vai continuar uma ZONA, até pior, pois… quem tem aparelhos antigos, não vai trocar o plug se por acaso de separar com a maravilha jabuticabesca brasileira, vai socar um LINDO adaptador e boa..  e o pior… vão continuar fazendo gambiarras.

Duvida? Olha só em uma pequena pesquisada no google imagens o que eu achei:

tomada_jabuticaba_gambiarra1tomada_jabuticaba_gambiarra2tomada_jabuticaba_gambiarra3

Ou seja… as pessoas vão continuar fazendo gambiarras e estarão sujeitas a choques elétricos de qualquer forma.  :X.: Estarão se expondo a riscos como sempre, ou até mais, por conta da enxurrada de adaptadores que entraram no mercado.

tomada_jabuticaba_adaptadores

Só mostro quatro tipos ai na imagem porque eu não estou com saco pra ficar editando imagens. Mas lembrem-se que as gambiarras vão continuar a rodo… mais uma? Respira fundo!

tomada_gambiarra_das_brabas

Bonito né? :-o*

Mas então… o que me deixa mais PUTO é que a nbr5410 OBRIGA a instalação de um dispositivo que tem por finalidade evitar um dos problemas que apregoam que a nova encrenca deve resolver, os choques elétricos. Veja essa imagem abaixo, que foi postada pelo Jefferson em seu antigo blog:

tomada_jabuticaba_bebe

Olha a imagem acima… é do site da Siemens… Agora imagina o bebê com um prego ou qualquer outro objeto metálico nas mãos e de curiosidade enfiando justamente no buraquinho da fase na tomada acima… desastre ou até mesmo fatalidade na certa né?

Mas o que é então que evita choques elétricos, desligando o sistema como numa suposta ocorrência acima?

O Interruptor Diferencial Residual.

E a obrigatoriedade da instalação do mesmo vem desde 1990! Alguém cobra? Alguém fiscaliza?

Mas pra que serve o IDR, ou DR como é chamado? Ele verifica se há fuga de corrente, como no caso de um choque elétrico e desliga todo o circuito. É esse “bicho” ai embaixo:

dr_bipolarNão me assusta ou surpreenderá em nada, se daqui uns tempinhos alguém vier e dizer que a troca das tomadas não resolve o problema da segurança contra choques elétricos fazer valer a nbr5410 e obrigar a instalação do DR. Justamente porque a desgraceira do tridente do capeta não resolve esse problema em 100%.

Por isso que eu não engulo essa porcaria de padrão, fiz e continuo fazendo estoque de tomadas universais:

tomadas_ferro_velho_5

Sim… 100% de tomadas descartadas nos ferros-velhos, que eu pego, limpo, lavo, recupero e guardo. :tooth:

Só pra não perder a piada (que não vai ser piada):

tomada_jabuticaba_na_copa_ahahahahah

Edit: No post ali da revista época, onde eu peguei a imagem “o que entra, o que sai”, os únicos três comentários que tem por lá, refletem exatamente o que eu penso.

Edit 2: Fiz algumas correções no texto, e acrescentei alguns links.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.