Postagens com a tag ‘Athlon XP’

   domingo, 4 de janeiro de 2009

Quebrando mitos



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Existe um “mito” entre alguns pczeiros que deixar o micro sem a tampa, melhora a refrigeração, pra dizer a verdade até eu acreditava nisso sem muito pensar.

Porem de ontem pra hoje, meio que sem querer eu pude verificar que isso não é verdade, desde que seu gabinete tenha o duto de entrada de ar lateral.

Esse duto surgiu nos gabinetes por causa do Quentium Pentium IV. Quando isso surgiu e eu já possuia esta torradeira chamada Ahlon XP, eu tratei de conseguir um duto destes e adaptar ao meu gabinete.

Bem, ontem eu precisei abrir o gabinete para tirar um mal contato de um cabo de audio que faz parte de uma gambiarra que fiz a muito tempo, que consiste um um painel de entradas e saidas de audio em uma das baias de 5 1/4 vagas (deveria cobrar royalties da creative, eu fiz isso antes da live platinium). Nisso na preguiça deixei o gabinete aberto.

Agora a pouco dei uma passada de olho em cima do medidor de temperatura da CPU e vi que ela estava a 59º, mas olhando no log ela atingiu o máximo de 61º hoje. Dai resolvi colocar a tampa de volta, qual não foi a surpresa que a temperatura começou a despencar rapidamente até se estabilizar em 51º.

Resumindo se seu gabinete não tem o duto de entrada de ar, providencie uma. Se tem e esta trabalhando sem a tampa, coloque a tampa.

O motivo? É mais do que simples e óbvio. Com a tampa, aquela “coifa” de plástico, puxa ar frio do lado externo do gabinete ao invés de re-circular o ar quente que já esta dentro do gabinete.

[ Ouvindo: Stars On 45 – Special Long Version Mix ]


   quarta-feira, 22 de outubro de 2008

O PC novo….



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Pois como são as coisas. Já faz praticamente uma semana que a placa-mãe e procesador do momento banana ai embaixo já chegou e o maximo que eu consegui fazer foi ligar a placa, testar a memoria e processador com o hiren’s boot cd.

Fora isso eu não consegui aliar ainda tempo e paciência pra montar a maquina nova. Talvez eu faça isso até final da semana. O meu plano de “migração” é instalar o sistema em um HD reserva que eu tenho, instalar todos os drivers e programas, e migrar meus e-mails e outros backups pra esse HD, quando tudo estiver pronto e funcional, ai sim desmontar o Athlon XP e montar o Opteron.

Neste esquema ficará faltando instalar apenas 3 placas PCI que estão no Athlon.

Digamos que a curiosidade para ver a performace do no micro é grande. Tanto que já até fiz alguns testes de benchmark no Athlon e anotei, para poder comparar depois com o Athlon 64 e por final com o Opteron.

E enquanto isso continua a briga com o blogger, que ainda não aceita a publicação dos meus post via ftp. E lá no fórum de discussão depois que eu provei que o problema não é com o ftp e sim com o publicador do blogger, todos se calaram e param de dar palpite.

(Contagem regressiva: 3!)

[ Ouvindo: Stars On 45 – More Stars (Abba Medley) ]


   segunda-feira, 10 de março de 2008

Bios Mod, Round #3



PéssimoRuimMédioBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)

Esse agora foi mais suave, foi no Athlon XP 2400+, também já radicalizei e coloquei em teste um BIOS modificado.

Em tempo, enviei o logo da apple em formato EPA para o BIOS-MOD, logo deve estar disponível para quem quiser.



   sábado, 16 de dezembro de 2006

Case Mod #2



PéssimoRuimMédioBomExcelente (2 votos, média: 5,00 de 5)

Pois é… alguns devem se lembrar deste case-mod aqui.

E também depois que eu disse que iria fazer um outro, com uma maquina mais veloz, mais nova, um novo desafio. E já esta pronto, já funciona. Vamos a aventura:

Atenção, post longo pelos próximos 1.5Mb

O começo de tudo… a placa mãe é uma Soyo K7-VME, que já tem tudo o que preciso on-board, vídeo, som, rede. O gabinete é de um velho Compaq Presario 2200, o qual era na verdade um Cirix 180MHz. Aqui já da pra ver a placa já montada no gabinete. Não tirei fotos antes, mas tive que abrir rosca no chassi e montar os espaçadores de latão.

O fundo do gabinete obviamente teve que ser recortado para encaixar o espelho da placa. A placa original era bem proprietária, o que não permitiu aproveitar nenhum furo dos conectores originais. O espelho também não é original da placa, teve que ser adaptado, pois a placa veio sem, comprei usada. Junto com ela vieram um Athlon XP 2200+ e 768Mb DDR400.

Vista da traseira do gabinete inteira. A fonte original tambem foi pro limbo, pois não servia nessa placa, me obrigando a fazer outra enorme gambiarra, que descrevo mais abaixo.

Abaixo, uma vista da montagem já bem adiantada, placa mãe, fonte e ventoinhas já fixadas. A ventoinha do gabinete original foi substituída por uma mais nova, e com um fluxo de ar maior, pois aquecimento, foi um dos grandes desafios deste case-mod.

Outra vista do gabinete. O cooler do processador foi escolhido a dedo, pois não podia ser muito alto, mas tinha que ter uma area de dissipação bem grande, optei por um cooler da VCOM com base de cobre e ventilador grande e com rolamento, já que achar outro cooler que sirva ai, vai ser bem difícil no futuro.

Dando continuidade a briga com a ventilação, tive que arrumar um lugar para a saida de ar da fonte de alimentação nova, teve que ficar ao lado do gabinete. O método para se abrir um buraco grande na chapa metálica. Marca-se com caneta, e um monte de furinhos mais finos, dentro da marcação, com uma folga para desbaste com uma lima depois.

Teste para ver se esta tudo ok, e conferir o alinhamento.

O pedaço de lata já arrancado.

Dai pra frente é trabalho braçal com lima, até sumir com todas as rebarbas.

Com tem que ficar, apos muita lima. A grade esta fixa com parafuso, foram abertas roscas de 3mm na chapa metálica do gabinete, as pontas dos parafusos foram limadas para ficarem rentes a parte interna, não atrapalhando o fechamento

Novamente a ultima briga com a ventilação. Como Athlon esquenta pra caramba, a solução é um duto de entrada de ar para o cooler. A unica solução foi uma guia feita com pedaços de caixinha de CD. O buracão retangular foi aberto no mesmo esquema do buraco da ventoinha da fonte.

Um dos motivos para que me levou a usar este gabinete, foi o fato dele já ter os alto falantes embutidos. A placa original já tinha amplificação on-board, e a K7-VME não tem. A solução foi desmontar o amplificar original da placa do compaq e transferi-lo para esta pequena placa de circuito impresso. O amplificadozinho é muito bom, já é stereo, com um unico chip e usa muitos poucos componentes externos. Rende 2 x 8W RMS com baixinha distorção. Muito bom mesmo! Aquele alto falantes que esta preso na parte interna, era do pc-speaker, foi substituido por um pequeno buzzer.

A fonte de alimentação rendeu uma novela a parte… Como precisava de uma fonte que coubesse dentro do gabinete, parti para uma daquelas fontes slim, mas muito vagabundas. A maldita dizia ser para Pentiun 4 (!!!) e de 450W (!!!!!!), e eu precisa justamente de uma fonte de P4 por causa que esta placa usa aquele conector de alimentação auxiliar para o processador. A fonte obviamente não aguentou o tranco, tive que reforça-la, praticamente refiz a fonte. O transformador que esta a direita era o original da fonte que dizia aguentar 450W (sei!), o da esqueda é de uma sucata de uma fonte AT de 350W, compare o tamanho. Foi este que usei no lugar, pois eram compatíveis.

O transormador já instalado na placa da fonte, o pior de tudo é que placa já preve a furação para este transformador maior, mas manda com essa porcaria pequena, por motivos de economia. Projeto porco!

Depois da troca do transformador, a segunda coisa que abriu o bico foram os diodos retificadores do secundário, o da linha dos 5V entrou em curto com 15 minutos de funcionamento, e isso SEM PROCESSAMENTO algum, somente com o windows 2000 em repouso na area de trabalho! Troquei-o e funcionou por mais 10 minutos, ai foi o da linha dos 3,3V. Nisto me enfezei, já resolvi reformar a fonte por completo. Nesta foto, já depois da reforma, note o “calibre” dos diodos que usei, são 3x mais parrudos que os originais. Já aproveitei e troquei também os capacitores de filtragem do secundário que eram muito mixurucas.

Um reforço no primirio, substituído os 4 diodinhos mixurucas por uma ponte retificadora para 6A. Já aproveitei e coloquei o filtro de entrada (a bobina de fio vermelho e laranja), o varistor, e os capacitores cerâmicos de desacoplamento dos diodos.

Os plugues, chave de tensão e liga-desliga geral tiveram que ser removidos da fonte, pois ela ficou montada de lado no gabinete. Nada que fios e uma borracha de passagem não resolveram. Aproveitei alguns furos já existentes no gabinete.

O apertamento que ficou o espaço entre a traseira do gabinete e a fonte.

A posição em que a fonte ficou instalada, e já com a tampa fechada.

O gabinete é bastante compacto, e o drive de DVD que usei teve que ser o mais curto que encontrei na praça, usei um da LG, mas mesmo assim ele era 1,5cm maior do que eu precisava, e assim ele acabou atropelando os conectores das portas IDE. Na quarta foto ai em cima, dá pra ver o quanto os conectores ficaram perto da baia do drive de DVD. Como os conectores ficam virados pra cima, qual a solução???

Vira-los para a frente da placa!!! Nada que barrinha dourada e umas 2 horas de trampo não resolveu.

Os conectores foram encaixados na borda da placa, de modo que metade dos terminais ficaram em cima e outra metade embaixo.

Olha como ficou preso, exatamente no meio da placa.

O lado debaixo, até que não ficou ruim!

O detalhe de o quanto o drive de DVD passa por cima da placa. Só deitando os conectores mesmo! E ainda assim quase que não dá! O drive passa a milímetros dos conectores.

Muito apertado! Os cabos ATA100 (de 80 vias) foram cortados nos comprimentos exatos, para não haver sobras, pois fiozeira dentro do gabinete, igual a bloqueios na circulação de ar.

Vamos para a frente do gabinete, logicamente tem que ter portas USB, o unico local que achei que não ficou estranho e não incomoda foi ai. Optei por conectores separados, para poder usar as duas portas USB simultaneamente. Atente para o Jabá para a AMD, e o led azul para o power, o vermelho é o de acesso ao HD.

Vista geral. Também coloquei os conectores de áudio frontal. Eles foram ligados no conector “fp_audio” da placa. O unico que foi meio gambiarra, é o conector azul, que esta ligado na entrada CD-IN da placa. Eu não usei cabo de audio para o drive de DVD, pois o windows 2000 suporta extração de audio digital. Um fio a menos, e uma entrada a mais pra mim usar.

O tempo gasto para toda essa montagem, foi se umas 3 semanas, fazendo um pouquinho por dia.

Um fato muito curioso sobe esta maquina é a sua velocidade de acesso ao HD, durante o boot, por incrível que pareça é mais rápido que o meu atlhon xp 2400, com HD serial ATA!!! Um pouco deve-se ao HD, um western digital de 15Gb, e o restante e maior motivo, ao fato de o BIOS dessa placa suportar IDE Bus Mastering pelo BIOS.

A temperatura do processador a funcionamento a todo vapor, ficou por volta de 53º, o que achei muito bom para um gabinete tão compacto, onde a ventilação é um fator bastante complicado.

Gostei, valeu a pena, vamos ver qual vai ser o próximo mod. ehehehehe, estou gostando dessa brincadeira!



   terça-feira, 12 de setembro de 2006

Caixa dos horrores.



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Hoje faz 6 meses que eu fiz a ultima limpeza interna do PC. É basicamente desmontar tudo, lubrificar as ventoinhas, tirar o pó, bater um ar, etc. Coisa básica de micro que fica ligado 24 horas por dia.

Mas uma coisa que eu ainda não tinha parado para contar, é a QUANTIDADE de ventoinhas que meu PC tem. Chega a parecer ridiculo, contemos:

1- Ventoinha do processador
2- Ventoinha da fonte
3- Ventoinha da gaveta de HD
4- Ventoinha do HD (sim, tenho um sansung aqui que ferve!!!)
5- Ventoinha frontal, para empurrar ar frio gabinete a dentro.
6- Ventoinha extra traseira, fica abaixo da fonte, exaustão.
7- Ventoinha de slot pra esfriar a placa de video.

É mole? Até parece conta de mentiroso! Nem preciso dizer que quando eu desligo o PC por algum (raro) motivo, a oficina aqui fica um silencio total, né?

Fazer o que, enquanto gabinete com refrigeração a compressor (aka, mini-geladeira) não vira uma coisa popular, vamos convivendo cada vez mais com ventoinhas barulhentas.



   quinta-feira, 15 de junho de 2006

Torradeira… 2…



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

… agora, virando geladeira. O que sobrou de torradeira agora é só o processador, o tal de atlhon xp (torradeira -tm) 2400+ que esquenta que é uma praga, apesar do cooler superdimensionado.

Pois é… Mas no final valeu a pena os 215 contos investidos na fonte da SevenTeam (cada centavo). Se alguém tinha dúvidas, pode comprar que vale a pena. A fonte é “bruta”. Pesa 2,5Kg, contra menos de 700Gr da minha antiga.

Trabalha gelada, eu disse GELADA! Isso com toda a carga que eu imponho a ela.

Só não achei muito silenciosa, apesar que o ventilador se ajusta conforme precisa refigerar mais (não sei o que, já que ela não esquenta nada).

Curiosidades:

– O transformador de ferrite, tem 3 vezes o tamanho das fontes “normais”.
– O ventilador é monstruoso, é de 12,5cm.
– Os radiadores de calor são de cobre!
– Tem todos os filtros de RFI na entrada de alimentação, de forma que interferencia praticamente zero em meu radios aqui.
– Tem conector de sobra, 5 para dispositivos IDE/CDROM, dois SATA, um para drive 3 1/2, um para 12Vcc auxiliar para pentium 4 e outro que parece ser auxiliara para sei lá o que. Dois para alimentação de placas PCI Express (pra quem quiser fazer SLI). Total: 14 conectores!

 

[ Ouvindo: Orquestra Tabajara – Al Di Lá ]


   sexta-feira, 2 de junho de 2006

Torradeira…



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

É… e não é que minha torradeira torrou outra fonte? E dessa fez foi pra valer?

Olha só:


Também agora eu vou meter o pé no balde, vou comprar essa fonte aqui:


Fonte Seventeam 500bkv Atx 2.0
Quer só ver se agora aguenta! Enquanto isso, vou quebrando o galho com um VCOM vagabunda que diz ser de 400W e não dá nem 250W. Sem falar que esquenta pra caramba.

[ Ouvindo: Marvin Gaye – Got To Give It Up ]


   segunda-feira, 30 de janeiro de 2006

Case Mod



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Se o seu gabinete não tem o duto lateral para entrada de ar…

Faça o seu:


Fala a verdade, não ficou melhor que os originais de fabrica???

[ Ouvindo: S Club 7 – Never Had A Dream Come True ]


   sábado, 8 de outubro de 2005

Torradeira



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Caramba, 36º aqui dentro da oficina e a torradeira chamada Athlon XP esta fervendo aqui…

CPU = 50º
ChipSet = 37º
HDD = 39º

O grande problema não é o cooler que eu estou utilizando é ele é enorme, tem um baita de um ventilador, base de cobre polida, etc. O problema e como retirar tanto ar quente de dentro do gabinete, eu já tenho instalado na baia front um ventilador jogando ar externo para dentro do gabinte e lá na baia traseira bem do lado do dissador do cooler, outro ventilador tirando o ar quente e mais um daqueles exatutores de slot ajudando e nem assim esta dando conta.

Daqui a pouco vai começar a escorrer plástico derretido desse gabinete eheheh.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.