Postagens com a tag ‘D.I.Y.’

   sábado, 30 de junho de 2012

Chaves coloridas



PéssimoRuimMédioBomExcelente (23 votos, média: 4,87 de 5)

Lembram em um post ai atras que eu disse que iria explicar como fazer chaves (de porta, fechadura, cadeado) coloridas? Pois nem sempre encontramos chaves coloridas para os modelos que queremos nos chaveiros?

Então vamos lá, o procedimento é simples. Você vai precisar de:

– Cola Araldite 24 horas (a lenta, pois a de 5/10 minutos não serve)
– Verniz vitral da cor de sua preferência.
– Alguma fonte de calor, um ferro de solda ou secador de cabelos, por exemplo.
– Recipiente pra misturar tudo, eu costumo usar fundo cortados de latinhas de refrigerante. :tooth:

Bom, os tubinhos de Araldite ai são jurássicos .:lol:. , por isso estão todos melecados desse jeito. Comece retirando um pouquinho de adesivo e de endurecedor, em partes iguais. Você não vai precisar de muita cola, essa quantidade que esta ai por exemplo, dá pra fazer umas 6 chaves, vai muito pouca cola mesmo. :good:

Misture bem a cola, mexa por uns dois minutos até ficar tudo muito homogêneo. Cuidado para não formar muitas bolhas enquanto mistura, a melhor técnica e misturar vagarosamente, sem pressa.

Com a cola misturada, agora adicione uma pequena quantidade de verniz vitral. Cuidado com a quantidade, principalmente com cores escuras! Inicie colocando apenas 1/2 gota de verniz e misture, acrescente mais verniz se achar que a cor ficou fraca.

Eu acho que exagerei um pouquinho! Poderia ter colocado cerca de 1/3 dessa quantidade de verniz, pois essa cor rosa é muito forte! Mas vamos lá… misture tudo até ficar novamente homogêneo. O verniz vitral mistura com bastante facilidade com a Araldite.

No caso aqui tinha ficado um pouco escuro, eu acabei optando por adicionar um pouco mais de cola, pra dar uma clareada. Do jeito que ficou ai está de bom tamanho. Agora vamos aplicar isso a chave. :-P

Coloque uma pequena quantidade da cola já com a tinta misturara. Eu gosto de colocar aos poucos e ir espalhando com um palito de dente ou outro objeto que tenha ponta fina, e não deixo a cola cair nesse sulco rebaixado que tem na borda da chave. Já explico o porque.

Com a cola toda espalhada, ela pode ficar um pouco irregular. Você pode tomar duas abordagens. Deixar a chave em um local plano e esperar que a gravidade faça o serviço. Porém isso as vezes não deixa um resultado legal. Dai a solução é aquecer um pouco a chave com a fonte de calor. Se usar o secador de cabelos, coloque ele por BAIXO da chave, não direcione o jato de ar sobre a cola, senão você vai se arrepender amargamente da lambança. :sarcastic:

Veja como fica mais uniforme depois de esquentar um pouco. Veja que a cola não ultrapassou o limite do canal em baixo relevo na chave. Isso é interessante porque se deixar passar até a borda, a cola pode lascar ou soltar com o tempo. Dessa forma ela não tem como soltar com facilidade.

Essa é a forma correta de fazer isso com o ferro de solda, sempre aplique o calor por baixo. Mas cuidado com o quanto esquenta, se aquecer demais,  o solvente do verniz pode evaporar rapidamente  e criar bolhas, que fica feio pra caramba. 8x

O melhor é apenas amornar, até que a cola fique totalmente espalhada.

Feito isso coloque a chave em um local plano e aguarde por 24 horas até a cola secar. Se mesmo depois de 24 horas ainda estiver um pouco pegajoso, pode colocar as chaves no sol, que ajuda a resolver esse problema. Depois de uma semana, a araldite vai estar totalmente curada e vai ser muito difícil de arrancá-la dai.

Veja outras chaves que colori com cores diferentes:

As chaves Amarela, Verde e Azul foram coloridas com esse método. Só a que tem um desenho de bolinha é que é original (já veio assim do chaveiro). Pra fazer aquilo também é ridiculamente fácil, basta imprimir o desenho em uma etiqueta adesiva, recortar e colar na chave e aplicar somente a Araldite 24 horas (sem verniz misturado) por cima. Já fiz algumas assim também:

E ai? Espero que tenham gostado! Sim, cliquem nas #@$@#% das estrelinhas ali no inicio do post e principalmente, COMENTEM! :-o*



   terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Murphy aplicado a eletrônica



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Ontem estava desenhando uma pequeníssima placa de circuito impresso, uma copia de uma expansão de memória para alguns rádios de VHF/UHF da kenwood.

Na minuscula placa vão apenas dois resistores SMD e uma memoria serial de 8 pinos SOIC. Não tem nada que possa dar errado, certo?

Pois bem, murphy passou por aqui e eu errei a única coisa mais óbvia que podia acontecer, inverti os pinos SDA e SCL da memória (é barramento I2C).

Resultado, 20 plaquinhas foram para o lixo. E tive que fazer novas. :-o*
Technorati Tags:



   domingo, 15 de outubro de 2006

Case mod, complementando…



PéssimoRuimMédioBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)

Ah… eu esqueci de dizer, para esse mod foram sacrificados:

2 placas PC-Shits (PC-Chips pra quem não entendeu o trocadilho), que forneceram os slots isa, e os conectores de audio coloridos.
5 cabos de floppy dos antigos, aqueles que ainda tem conectores para 5 1/4, os quais forneceram os fiozinhos para as extensões.
2 cabinhos de leitor de cartão interno, para as portas USB.
2 conectores usb novos, comprados na sta ifigenia
3 baias seriais que forneceram os seis conectores DB9 com os respectivos rabichos.
1 placa de video ISA bixada, que forneceu o pedaço de placa pra soldar os fiozinhos e encaixar no slot ISA da placa
1 placa de rede PCI, idem ao acima.

O gabinete, é de uma tal de “ALCA”, e se não estou enganado eles anunciavam na revista Micro Sistemas, quem tiver a revista (antigas) pode confirmar.

Se alguém tiver curiosidade de como fiz as etiquetas que estão no painel do gabinete, o artigo esta aqui, na minha página sobre radioamadorismo:

http://www.msxpro.com/py2bbs/etiquetas.php

O método também é meu, ao menos até hoje não vi nada parecido, ou alguém que fez etiquetas dessa forma.

A ordem dos led do painel ficaram:

– Power (verde)
– Turbo, virou o “Link” da placa de rede (amarelo)
– H.D.D (vermelho)
– L.A.N (azul, atividade da rede)

A antiga chave de turbo, foi utilizada para a função “Green” para colocar a placa para hibernar. Pra isso precisei remover a sua trava, pois a chave “Green” precisa ser do tipo de toque (contato momentaneo).



Case Mod…



PéssimoRuimMédioBomExcelente (3 votos, média: 5,00 de 5)

Este post vai pra quem gosta de case mod.

 

Que gambiarra né?

O gabinete é extremamente baixo, tem só 7cm de altura. Originalmente ele era pra um 486DX2-66, usava um raiser ISA que disponibilizava 3 slots deitados.

Foi o maior trampo arrumar uma placa com um processador mais atual, e que não sobrecarregasse a fonte que não é muito grande, só 180W.

Consegui uma placa para K6, que era de um micro desses da toshiba, que garimpando descobri que a placa é uma Biostar M5VNB. Tratei de fazer um upgrade de BIOS pra sumir com qualquer vestigio da toshiba. (Adeus aquele splash screen nojeto da toshiba)

A placa tem som e video on-board, o que facilitou bastante, pois não há muito espaço no gabinete para placas externas. No caso eu precisei somente de uma placa de rede (PCI), e espaço pra enfiar duas placas Super I/O ISA, pois precisava de mais de que duas portas COM (RS232). O jeito foi apelar para duas placas antigas ISA. Porem como o gabinete só tem um slot ISA, e as placas não cabem de pé, a soluçã então foi expandir este slot. Como assim expandir??? Bem pra que não sabe, todos os slots ISA de um PC são literalmente em paralelo, logo você pode desobra-lo pra 2, 3, 4 slots novos.

Ai se vê essa montoeira de fios dentro do gabinete, e aquele slot “remoto” que esta em cima do HD.

O negocio não parou por ai, pode ver pela foto frontal do gabinete, que eu enfiei na frente plug frontais de audio, porem sem desativar os traseiros, (aquele cabão branco a esquerda no fundo do gabinete é do áudio) uma porta serial e as duas portas USB.

Atras do gabinete ficaram saida e entradas de som, video, rede, 5 portas seriais, lpt, mouse e teclado. Quando usado os conectores de som frontal, o seu “clone” traseiro é automaticamente desabilitado.

O processador instalado foi um K6-II 533MHz, e 256Mb de RAM.

Ficou legal não?



   quinta-feira, 15 de junho de 2006

Broca Quadrada!



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

O Carlos Eduardo me pergunta como obter a “broca quadrada”…

Moleza! ehehe. A minha foi feita aqui mesmo. foi feita com uma valvula de escape de honda biz. Como o pino é de aço da um corte excelente.

Basta passar a ponta do pino da valvula no esmeril, de preferencia em um um rebolo bem fino, e fazer o pino quadrado. O unico cuidado é que a ponta fique quadrada, e no tamanho certo. A parte de tras, deve ser mais fina, ou seja deve ter formato de cunha, para não travar dentro do buraco a ser “quadratizado”.

A ponta deve ser amolada em forma de que só as arestas fiquem salientes. Na foto ai abaixo da pra ver como é a ponta. Pois as arestas é que devem cortar.

E sempre tomar o cuidado de ir esfriando a ponta da valvula em água a medida que vai esmerilando, para não perder a tempêra do aço. Jamais deixar a peça azular, ou amarelar, isso indica temperatura alta e por consequencia, perda da tempêra.

Simples, depois que explica não?

Essa ferramenta pra “quadratizar” furos, eu bolei em menos de 15 minutos, com a ajuda do meu amigo de todas as gambiarras, Pardal!

[ Ouvindo: Orquestra Tabajara – Mambo No5 ]


   quinta-feira, 23 de fevereiro de 2006

Avisando que eu ainda estou vivo.



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

É… ainda estou por aqui, para desespero de alguns eheheh.

Algumas coisinhas que andaram acontecendo nesse meio tempo.

– Uma revolução aqui no laboratório, tá tudo de pernas pro ar desde o dia 10 e ainda não consegui deixar do jeito que eu quero.

– Chove 3 dias, para 1, chove mais 3, para um.

– Finalmente vou ficar um pouco menos dependente de minha velha e eficiente epson stylus color 600 (sim, impressora movida a tinta, um dia você vai ter uma), agora estou também com uma HP LaserJet 4 Plus, tudo graças ao Alexandre Tabajara (valeu mesmo!)

– Estive em São Paulo neste ultimo sábado. Agradeço muito ao Daniel Caetano por ser meu “cicerone” e me carregar pra lá e pra cá com o trombolo que é a HP LaserJet (só 18 quilos).

– Logicamente rolou o tracional esfhia chic, tava rox demais, ainda mais que ganhamos uma hora de brinde, em virtude do termino do horario de verão (aleluia! Já não aguentava mais sol as 8 da noite).

– E mais logicamente teve a visita Padroeira (pra quem não sabe é a rua sta ifigenia). Acho que nunca fiz a compra de todos os itens da lista, sempre falta algum, dessa vez veio tudo, tudinho. E mais em tempo recorde! Duas horas e meia. Lógicamente me estressei por lá. Tava um inferno de tanta gente.

– 180 contos não é algo que você acha na rua, e eu não seria maluco de desembolsar essa quantia em um KVM (chaveador para ligar dois micros em um unico teclado, monitor e mouse), o qual vi lá na padroeira e ainda assim foi muito dificil de achar uma loja que o tivesse. Acabei montando um por aqui mesmo por uns 30 reais. Tudo graças a um chaveador de impressora da Leadership que estava com defeito, encostado em uma loja de informática de um amigo meu. Gastei só com os dois cabos VGA e um Adaptador PS/2 -> DIM. O resto foi re-aproveitado de dois mouses PS/2, um teclado dim e outro mini-dim, e uma SiS530 (e seus rabichos). Ficou ótimo, do jeitinho que eu precisava.

– Agora estou entendendo o que o povo que faz “case mod” passa. Estou pastando para enfiar um pentium 233mmx (placa com som, video on-board), HD, floppy, uma multi i/o (isa) e uma placa de rede (pci), em um gabinete ultra-slim, que tem só 8cm de altura. Tá um inferno, mas vai ficar muito bacana.

– Nova (pra variar) guerra com a telefonica. Tá certo que eu atrasei a conta de janeiro, mas paguei junto com a conta de fevereiro, e esta no prazo. Passados uns 3 dias, minha linha telefonica fica suspensa para fazer chamadas. Depois de muito brigar com os atendimentos eletronicos e atendentes ineficientes, resolvo apelar para o ombudsman. Passo todos os protocolos de (des)atendimento, nome dos atendentes e RE dos atendentes. Problema resolvido em menos de DUAS HORAS E MEIA, e com o gostinho (meio sonso) de ouvir um pedido de desculpas dado pela telefonica.

E por último, a policia Belga “rifou” o servidor Razorback 2… um minuto de silencio, por favor. (será o inicio da caça as bruxas na rede edonkey?)

Novas atualizações, assim que eu acabar essa ZONA que esta o laboratório.



   segunda-feira, 30 de janeiro de 2006

Case Mod



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Se o seu gabinete não tem o duto lateral para entrada de ar…

Faça o seu:


Fala a verdade, não ficou melhor que os originais de fabrica???

[ Ouvindo: S Club 7 – Never Had A Dream Come True ]


   sexta-feira, 4 de novembro de 2005

Diversos…



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Faltam menos de 10 dias para que eu levante ancora e rume a Jaú! MSX Jaú 2005 a vista!!!

Agradeço a todos os fudebas e não fudebas pelos parabéns, felicitações e cartões, mesmo virtuais pelo dia de ontem (03/11). Para quem não sabe, este que vos escreve já esta na casa dos 31!

E por fim a parte do post que poucos irão entender, creio que somente os radio-amadores.

Por mais incrível que possa parecer ontem (dia 03) chegou o “presente” do mano Colossi, lá de Guaiba, o presente “mal intencionado” eheheh.

Pena que eu não tirei fotos do antes do soquete, pois o bichinho estava bem encardido, depois de 4 banhos (solupan, acido muriático, tinner e muita água sob pressão) e muita escova de aço, ficou com cara de zero bala! Até tive o capricho de arrumar uma caixinha para acomodá-lo enquanto não chega a hora da montagem do equipamento e utilizá-lo.

Muito obrigado Colossi, este soquete eu considerava a segunda parte mais difícil depois da válvula, que eu já tenho!

E por último confesso que fiquei babando no pen-drive e mp3player da foston! Ah se eu já tivesse dinheiro em mãos tratava de comprar um e aposentar o meu velho mp3player de cd.

[ Ouvindo: Abba – Under Attack ]
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.