Postagens com a tag ‘HD’

   terça-feira, 15 de outubro de 2013

Indo ao “shopping center” – 4



PéssimoRuimMédioBomExcelente (5 votos, média: 5,00 de 5)

E mais uma ida ao “shopping center”, sendo mais especifico no Biohazard algumas semanas atrás, olha só o que eu catei LITERALMENTE na caçamba de sucata:

hd_1tb_biohazzard1 Adicionar Mídia

Siiiiiiim! Um HD de 1TB! :yahoo:

Assim que o trouxe pra cá a primeira primeira providencia foi retirar a placa pra ver se não tinha nada errado, já que ele pelo visto andou até “escorregando” pelo chão e levando algumas pancadas (vide a próxima foto)

Feita a inspeção visula, ele tinha só um defeitinho. Provavelmente a fonte de onde ele estava ligado era muito vagabunda, e fritou o tranzorb da linha de 12V, deixando o HD em curto. E com esse curto derrete um indutor de filtragem.

Troquei o tranzorb e coloquei uma bobina nova, retirada de outra sucata, liguei no PC, fez o parking corretamente e… voilá! Detectou! Sem clique da morte, sem nada! o_O

hd_1tb_biohazzard2

O sistema de arquivos pelo que pude ver era proprietário, tinha 4 ou 5 partições ilegíveis para o windows, mas deu pra perceber que era de um DVR.

Limpei as partições, fiz uma única em NTFS e daí passei o MHDD nele pra verificar o tempo de acesso dos setores e se não tinha nenhum setor bixado. Nada! Tudo perfeito! :sarcastic:

Dai passei no SMART View pra verificar se não havia algum erro grave de SMART. Nada também! E o que me deixou mais impressionado foi a quantidade de “powers on” do HD… apenas 47! o_O

OU seja, esse HD foi ligado apenas 47 vezes. :-P

Não me atentei se ele tem contador de horas (horimetro) depois eu preciso ver isso.

(Edit… chequei o horimetro dele.  384 dias. Pouco mais de um ano girando)

Mas o coloquei aqui no PC e estou usando pra guardar filmes e arquivos PDF. E veio em boa hora, pois o meu de 1,5TB já esta LOTADO! }:D



   quarta-feira, 13 de março de 2013

Outras visitas ao “shopping”



PéssimoRuimMédioBomExcelente (4 votos, média: 4,00 de 5)

Já tem algum tempo que não falo das idas aos ferro-velho (que muitas vezes de velhos nada no que eu pego) e fui juntando um monte de coisas pra postar aqui pra vocês verem como muita coisa útil e até mesmo nova é descartada sem a maior cerimonia.

Vamos começar.

Placa de rede 10/100mbit 3com. Veio até com o cabinho wake-on-lan. Testada e funcionando. No mínimo saiu de algum gabinete de PC que o problema era outra coisa.

rede_3com

Cabos de rede CAT5, Lucent. Peguei dois pedaços que dão uns 15 metros cada:

cabo_rede_lucent

Um HD Fujitsu, IDE de 3.2GB, também perfeito sem um badblock se quer. Os Fujitsu, mesmo os antigos costuma ser rápidos, esse ai parece um coelho. Usarei no MSX, devido a baixa capacidade.

hd_fujitsu

Lembram da placa AP Wi-Fi de algumas semanas atrás? Então… agora achei uma caixa hermética pra ela. Já instalei. E pelo visto a caixa era pra uma placa igual, pois nem a furação precisei mexer.

E detalhe… a caixa é inteirinha de alumínio. Sabe quando vai estragar? Nunca!

caixa_hermetica

Também achei esses disjuntores Nema de 10 e 15A, novos, sem uso! Tinha até etiqueta de preço (bem velhas por sinal).

disjuntores_nema_lorenzetti

Por fim, este pequeno manômetro de 80 psi. Dará certinho para um regulador de pressão para o revolver de pintura. Alias, diga-se que vi um regulador no ferro-velho, preciso avaliar se ele tem salvação.

manometro_80psi

Custo? As merrecas de sempre. Como eu digo, tem que saber garimpar. :sarcastic:



   quarta-feira, 25 de abril de 2012

A paranóia do Backup



PéssimoRuimMédioBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)

O primeiro capote de HD a gente nunca esquece! ©2005 by Luciano

Frase dita láááá em 2005 quando pela primeira vez um HD meu deu pau. E levou de embrulho justamente os arquivos que não podia perder.

O que  me fez lembrar isso ai? Uma mensagem que circulou na MSXBR-L ontem, sobre o “probleminha” com o blog hoje é um bom dia, do Izzy Nobre. (eu já li o blog algumas vezes mas não me cativou, não faz o meu tipo de leitura, mas isso não importa)

E esse simples e-mail OT na MSXBR-L virou uma enxurrada de mensagens, cada um dizendo sua politica de backup. Nisso eu me lembrei do já distante ano de 2005, quando meu novíssimo HD de 160GB deu PT nos arquivos. Uns dias depois (e mais 4 tombos, mas agora com backup) eu descobri que o problema não era o HD, e sim a limitação de 4GB por arquivo no FAT32… detalhes, meros detalhes que já ficaram pra trás. :-o*

Mas e hoje? Qual a minha politica de backup, de ao menos dos arquivos importantes?

– Copia em um segundo HD na mesma máquina. Serve para o caso desse HD em especifico morrer ou apagar algum arquivo acidentalmente.

– Copia no HD do K6 “case-mod” que fica ali na bancada. Só não protege de cataclisma local. (raio, enchente, etc)

– Copia o PC de casa e no Notebook.

– Arquivão comprimido em 7Zip e com uma senha monstruosa, criptografado e armazenado em servidor de hospedagem, junto com um dos meus sites.

– E a cereja do bolo: Backup pra valer e incremental em uma conta do Gmail que só eu sei o endereço e nunca enviei um email se quer daquela conta. (zero de spam).

Veja só como fica coisa no Gmail:

O interessante é que no caso destes códigos fontes, eu tenho a disposição, versões antigas, como mostrado ai na imagem acima.

Veja que mesmo armazenando fotos, alguns poucos vídeos e outras bugigangas eu gastei apenas 772MB do total disponível. Claro que os anexos estão todos comprimidos e com compressão alta. Mesmo as fotos e vídeos, onde o ganho é praticamente nulo, mas a compressão me possibilita quebrar o arquivo em partes menores e isso facilita até mesmo pra enviar.

Podem me chamar de paranóico por backup, mas depois de você ver tudo ir pelo ralo uma vez, você nunca mais vai querer passar por isso de novo.

Como diz uma tagline antiga:  Só Jesus salva. Norton faz backups! :-P

[ Ouvindo: Taffy – I Love My Radio (Midnight Radio) (1987) ]


   quarta-feira, 30 de junho de 2010

Tive esse problema e resolvi da forma mais fácil:

Simples não é?  .:lol:.

Agora tudo que estava apertadinho ficou assim:

E pensar o seguinte, que meu primeiro PC, um 486DX4-100, tinha um espantoso HD de… 640MB! E alguns anos depois, já com o Pentium 233MMx, quando comprei um ENORME HD de 40GB pensei… nunca vou encher isso… mero engano heim?

Hoje somando tudo, tem aqui: 2.1TB.

Agora fico imaginando, como vai ser daqui 5 anos? Quantos TB ou quantos PB vamos ter nos computadores em casa? :hmm:



   domingo, 12 de outubro de 2008

Faxina nos Discos Rígidos.



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Pois é… Catei um tubo de DVD e estou sentado aqui fazendo uma limpeza daquelas nos Discos. Essa faxina tem a ver com o Momento Banana ai de baixo. Eu preciso limpar espaço pra poder fazer o backup de vários arquivos do sistema antes de trocar a placa-mãe, pois a troca vai ser radical e eu vou instalar o 2003 server aqui.

Mas a coisa estava feia, um HD de 250Gb chegou a ficar com apenas 30Mb livres! Socorro! Os outros HD não estava melhores, o de 160Gb, onde tem duas partições, uma de 40Gb pro sistema e o resto pra arquivos, tinha 3Gb livres. Um HD de 40Gb, com 368Mb livres. O único que tem mais espaço, alias esta inteiro livre mas é intocável é um outro de 40Gb que atende carinhosamente pelo nome de “Sabado Animado” que é onde minha placa de captura descarrega o arquivo mpeg “raw” das capturas de TV. Como eu capturo muita coisa, esse é reservado só pra isso, pois tem dias que acumulam muita coisa pra gravar e editar depois.

Mas voltando a vaca fria, sabe quem é o maior culpado dessa falta de espaço toda? O meu amiguinho Emule!

Acho que posso dizer que o Emule é um “assassino” de espaço em disco eheheh, o que eu boto nele pra baixar, vem. E eu não entendo com muitas pessoas dizem que o Emule é ruim. E não tenho queixas, alias, só uma: Quase 1Tb de HD não é suficiente pra voracidade dele nos download hihihi.

Haja conexão ADSL também.

Em tempo, eu descobri que é possível importar os posts de um blog publicado no Blogger.com no WordPress. Só um detalhe, eu não gostei nem um pouco da interface de publicação do WordPress. Deve ser o costume de utilizar o Blogger.com

(Contagem regressiva: 5!)



   sexta-feira, 18 de maio de 2007

Batzinho sem-vergonha



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Apanhei por umas duas horas pra fazer esse bat para um cd bootavel que eu resolvi criar. Agradeço a dois amigos que auxiliaram no caminho das pedras e com dicas fundamentais: Wagner T. (o BAFH da piclist-br) e o RicBit.

@ECHO OFF
A:\DOS\MSCDEX /V /D:CD001 /M:10
FOR %%1 IN (C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z) DO IF EXIST %%1:\CD.TXT SET CDROM=%%1
PATH=A:\DOS;%CDROM%:\MHDD;%CDROM%:\P_MAGIC;%CDROM%:\HDDTOOLS;%CDROM%:\NTFS;%CDROM%:\XTREE
DOSKEY
MOUSE
ECHO.
ECHO.CD-ROM atribuido em %CDROM%:\

O que isso ai faz? Simples! Descobre na porrada a unidade lógica atribuída ao drive de CD-ROM, com base na procura do arquivo CD.TXT e redireciona o PATH de todos os diretórios que me interessam no CD para acesso de qualquer unidade lógica.

Porque isso? Visualize, um PC com um disco rígido com uma partição ira atribuir o CD em D:\ já um PC com um disco rígido com um HD e digamos 3 partições irá atribuir o CD em F:\ pois então nota-se que para que o PATH funcione ele precisa ajustar-se dinamicamente.

Agora a história curiosa de como tudo isso começou.

Boa parte dos amigos sabem do meu ódio declarado aos disquetes atuais, que não prestam ne pra servir de bolacha de copo de refrigerante o chopp. Logo toda vez que eu preciso dar um boot limpo no ms-dos é um martirio, os disquetes de boot feitos a 6 meses atras não funcionam mais, mesmo guardados dentro de um arquivo de disquetes, e criar um disquete novo entra a guerra em achar um disquete que esteja funcionando.

Dai tive a “genial” idéia de fazer um CD bootavel. Beleza! Só que pensei… poxa… gastar um CD de 700Mb pra colocar uma imagenzinha de 1.44Mb é um puta desperdicio. Vamos colocar mais coisas úteis neste CD. Dai acabou que o CD que estava praticamente vazio, agora tem 690Mb de tralha.

Mas porque tudo isso? Só porque chegou o HD de 20Gb que eu comprei pra por no Phoenix. E eu quero instalar nele o W2K e também o DOS7, porque eu preciso de prompt de dos real por causa de uma 1/2 dúzia de programinha que se enrosca na hora de funcionar sob o windows.

Resumindo eu ia começar a instalar o sistema as 8 da noite, já são 4:30 e eu não gravei nem o CD bootavel ainda, estou esperando acabar de baixar umas porcarias no eMule que vão pra dentro deste CD.

Technorati Tags:



   quarta-feira, 29 de março de 2006

Apanhando depois de velho…



PéssimoRuimMédioBomExcelente (1 votos, média: 4,00 de 5)

Caramba… conforme vamos ficando velhos, apanhamos por bobeira as vezes.

Hoje resolvi comprar um HD novo, de 80Gb pra sair do meu velhinho de 40Gb que além de quilometragem avançada é uma lesma, pois é de 5400 rpm, e ATA100. (Lembrem-se que eu já tenho um HD de 160Gb só pra arquivar as tranqueiras, que por sinal vive cheio)

Acabei por optar por um Sansung de 7200 rpm, ATA133, modelo SP0802N.

Cheguei aqui, pendurei o HD no PC, apanhei o hirens boot cd e vamos a guerra. A idéia era simplesmente passar o drive image e colonar a partição única do HD de 40Gb para uma nova partição no Sansung, com uns 30Gb, já que só pro windows, programas e outros bichos dá e sobra.

Pra não fazer rodeios de tudo o que passei e testei, o saldo no meio da operação foi:

– HD de 80Gb com uma partição corrompida, tive que zerar ele com o utilitário da própria Sansung.
– Não me pegunte como e porque, eu “consegui” deletar a partição do HD de 40Gb.
– Depois de uns 5 minutos arrancando os cabelos, lembrei que o Partition Magic tem a opção de “undelete” para partições. Foi a minha salvação.
– Fiz e refiz as partições no HD de 80Gb umas 10 vezes no mínimo, pois tava dando pau durante a cópia com o drive image.

Depois de muito xingar o Drive Image (depois que symantec colocou a mão nele, virou uma bosta).

Resolvi apelar para o Ghost, que curiosamente é da symantec também… consegui copiar a partição do HD de 40Gb para a partição de 30Gb do HD novo.

Tenta bootar, necas… nada… tentei bootar com o HD de 40Gb, nada também. Confere partição, testa tudo, olha, re-olha, etc e nada…

Novo martírio criar um disquete de boot (argh!!! Disquetes!) depois de mais 1/2 hora disco de boot, faço o famoso SYS C:, sistema transferido (sim eu uso dual boot com o win2k), novo reset e nada…

Resolvo apelar para a recuperação do CD do 2k… vamos lá. Cade meu CD com SP4 e outras firulas? Tá emprestado pra um amigo, tento ligar no celular dele, caixa postal.

Ótimo! Eu com duas copias do sistema em dois HD’s diferentes e nenhuma bootando, e só com uma copia mais velha que eu do w2k sp2. Vai essa mesmo.

Inicio a recuperação. Diz que tem trocentos arquivos de versão diferente a do CD (óbvio!) mando substituir tudo pra não dar merda. No primeiro reset, cade do HD entrar???

Sai, fui tomar um ar fresco e volto.

Voltando com a cabeça fresca e olhando tudo desde o começo, adivinha o que tinha faltado para que a partição “undeletada” e recuperada com o partition magic e mesmo a copia feita no HD novo funcionar???

Um doce pra quem lembrou que tem que ativar a partição! Dãããããããã! E não ia funcionar mesmo, já que o Ghost copiou tudo do jeitinho que estava, inclusive sem ativar a partição.

Ativo a partição no HD de 40Gb, clono para a partição de 30Gb do HD novo e UFA! Funcionou!

Tempo gasto nessa brincadeira que seriam necessário só 20 minutos pra fazer tudo: 3:45m

É… ta na hora de tomar fosfosol!

Agora a parte boa, além do de 100% a mais de espaço o novo HD é 38% mais rápido. (Pelom menos duas coisas boas né?)



   sexta-feira, 14 de outubro de 2005

Juntando os cacos.



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Pois é, agora eu estou de novo naquela fase de juntar os cacarecos que foram perdidos no ultimo capote de HD.

E dessa vez a coisa foi bem feia, foi perdido quase 90% do que eu tinha, e o mais hilário pra não ser trágico. Justamente na hora que eu estava copiando arquivos de um lado para outro, montando um baita backup para ser gravado em um DVD-R.

Bem, graças ao meu amigo Paulo Russo, estou me utilizando e abusando da conexão ADSL dele, instalei lá na casa dele um daqueles redirecionadores de dominio para quem tem IP Dinamico, um servidor FTP (só pra eu ter controle do que já baixei), um HD de 4.3Gb (que será substituido em breve por um de 20Gb) e ativei o servidor WEB do eMule.

E agora, estou baixando novamente todos os desenhos disponiveis do Pica-pau, dublados. E desta vez, acabou de baixar, já vai pra um DVD. Logicamente de farra eu vou fazer uma cópia dentro do HD de 160Gb, só pra “dar bobeira” pro azar, alias, eu quero estressar este HD ao máximo para ter certeza que o ou problema foi resolvido ou persiste ainda.

Tem um fato curioso envolvendo o S.A.C. da Samsung Brasil que eu contro em um próximo post, foi no minimo hilário e eles ainda estão me devendo a resposta. eheh.

[ Ouvindo: nada… minhas MP3 que estavam no HD foram pro brejo… ]


   terça-feira, 11 de outubro de 2005

Depois de 5 capotes do HD…



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

Veio o SEXTO! Saco… estou transtornado, porque agora como o sistema de arquivos é NTFS, a recuperação de dados foi uma merda, e ainda mais que a partição estava bem cheinha, não saiu muita coisa de lá.

Tinha 110Gb de arquivos, sairam 15Gb, e nem sei o estado destes arquivos, vou ter que conferir tudo.

E o pior, não sobrou muita coisa pra desconfiar do problema, inicialmente eram dois itens, agora aumentei para três:

– Sistema operacional, uso o windows 2000, mas duvido que ele seja o culpado.
– Placa Mãe assassina, era meu maior suspeito até 1/2 hora atras, estou especulado outra coisa.

– A terceira hipotese, eu acredito que possa ser temperatura! Sim, curiosamente eu resolvi tirar o HD do lugar hoje e literalmente queimei a mão!!!

É… medindo a temperatura, o bicho estava em 52º, o que não deve ser normal. Bem, conclusão, tirei ele da gaveta (que por sinal eu já a havia modificado, acrecentando mais ventilação forçada) e montei ele direto na baia do gabinete, e coloquei imediatamente embaixo dele um ventilador de 3,5″ sobrando nele. Ao menos a temperatura depencou de 52º para aceitaveis 29º. A temperatura do resto esta no seguinte:

CPU = 48º
Chipset = 30º

Só que dessa vez eu não vou ter coragem de deixar os dados preciosos que eu recuperei a duras penas somente nele não, vai ter um “mirror” dos diretórios na unidade C:\ que o velho quantum de 40Gb, como eu vou espelhar isso ainda eu não sei, se vai ser automatico com algum software ou manual mesmo. E dessa vez vou surrar mesmo o Sansung e ver se capota. Se capotar o negócio vai ser partir para a troca da placa mãe, enquanto ainda esta na garantia.



   sábado, 10 de setembro de 2005

Dá até medo…



PéssimoRuimMédioBomExcelente Nenhuma avaliação... seja o primeiro!

…de elogiar.

Fazem 10 dias que eu tomei a decisão ai abaixo de usar ntfs, e até agora tudo bem, e olha que tenho abusado, já andei digitalizando algumas fitas VHS e os arquivos tem ficado por volta dos 8Gb.

A unica novidade, é que dando continuidade a algo que eu percebi (que do PC velho vai sobrar só a lembraça) acabei trocando meu monitor, tirei o velho techmedia de 14″ e coloquei um philips tela plana de 17″.

Do PC velho (K6) ainda sobrou:

– O combo da LG
– Mouse

O resto já foi tudo trocado ou porque não serviu ou porque não teve desempenho compativel com a maquina mais rápida.

É… eu chego a velha conclusão que upgrade de PC é uma bola de neve, uma coisa puxa a outra.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  Melhor visualizado a
1024 x 768 True color
Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
E altamente gambiarrado por mim mesmo :)
Copyright © 2010 by Crash Computer. All rights reserved.